DEUS

Vamos falar um pouco de nós neste mundo racional pelas preocupações do dia-a-dia.

Vamos por etapas, porque esta noite um espirito de uma mulher com problemas psiquiátricos da terra levou para seu mundo esta mesma disfunção, uma anomalia que a está consumindo seu estado emocional.

Ela veio toda cheia de razão e queira praticar os mesmos desafetos quem em vida culminaram pelo seu desencarne. Os efeitos de remédios que destruíram por vez a sua capacidade mental.

Mas, a minha vida aqui hoje foi de mostrar uma realidade que esconde os propósitos das reencarnações. Eram dois cavaleiros de desceram das cordilheiras para enfrentar a estrela testemunha. Eram amigos, até que um dia os dois se desentenderam e pediram a Deus que tirasse a vida do outro. Um pedindo a Deus para destruir do outro. Agora, vejam, como ficaria Deus nesta história, porque passado um tempo os dois refizeram suas amizades e conviveram pacificamente. Imaginem se Deus tivesse feito a vontade deles. Deus é um espirito neutro quando se apresenta nos corações dos seres humanos. Ele não pode agir pelos desejos, ele sempre irá ser paciente, pois somos a sua imagem e semelhança, todos são seus filhos. Não tem um pai ou uma mãe que torça mais para um filho ou filha, porque todos são partes de sua criação.

Não fiquem esperando justiça de Deus para seus desafetos. Não coloquem Deus contra a parede pedindo interferência somente porque não souberam amar e perdoar.

Assim a mulher veio com uma irá desproporcional e instigando a violência contra mim ela se considerava salva. Ela somente que estava nas mãos de Deus, o resto iria sofrer nos calabouços fétidos da humilhação. Eu, porém, vendo aquele quadro esquisito de inconformidade não pedi justiça, mas evangelizei. O Evangelho de Jesus, meus irmãos, são poucas palavras em que o coração assimila a luz e deixar transparecer o sol interior.

Hoje, domingo, o pequeno pajé foi um pouco diferente. Um espirito de um cavaleiro das cordilheiras não queria a sua realização. Este mesmo que quis enfrentar a estrela testemunha e foi levado pelo seu triste pensamento. Ali, naquele momento, os nagôs deram voz de prisão e deverá ficar assim até que sua libertação transforme seu coração acrisolado no ódio e na vingança seja emanando pela luz cristica.

A prisão espiritual, jaguares, é a voz que prevalece na formação moral dos homens presos as suas correntes magnéticas. Então, o jaguar cavaleiro, recebeu esta ordem para usar a ataca dos cavaleiros imortais de Amon-Rá.

Mesmo recebendo esta condição ele não quis aceitar. Os espíritos não baixam suas cabeças para a humildade e a simplicidade. Sempre foram donos de suas verdades e não há nada que os façam perder esta condição sofredora. Os pretos velhos pediram aos cavaleiros que o envolvessem na rede magnética e o levassem do pajé, pois ali não haveria passagem de sofredor encarnado ou desencarnado. É um trabalho de preparação aos pequeninos de Assis que estão sendo moldados a distancia pela luz deste amanhecer.

Os cavaleiros o levaram para fora do pajé. E vejam, foi muito difícil ele aceitar sair, pois seu ódio era mortal por não baixar sua espada. Nós somos um novo caminho e eu deixo meu testemunho pessoal, este amanhecer é Jesus Vivo e Resplandecente. “Quem desconhece as leis ou os ensinamentos deste amanhecer não se cura ou cura coisa alguma”. Tia Neiva.

Simplicidade meus mestres. Simplicidade do homem que ama e sabe amar. Nós somos parte deste caminho que nos foi entregue por Deus por ele acreditar que nós podemos mudar este circulo vicioso. Não pedirás sentença contra teu irmão, pois ele é a tua verdade.

Os espíritos gostam de brincar com estas forças divinas. Eu fico até com receios de ver tantas indiferenças acontecendo no limiar desta missão. Todos só enxergam terra e nada mais. Me diga um que falou com seu próprio eu interior. Me mostre um que falou com Deus. As suas sintonias estão na terra e não sobem para o céu. Se todos pudessem ter com Deus a vida na terra seria diferente.

Assim eu despachei a mulher enferma para tratamento em uma casa transitória. Assim os cavaleiros levaram aquele cavaleiro em sua cobrança cármica para conquistar seus bônus. Um bônus em Cristo Jesus.

Serão precisos muitos bônus para reparar os erros que cegaram este homem. A falta de amor incondicional, amor a Deus, amor a Jesus.

Dias se passaram para poder libertar um irmão milenar e quando Pai João de Aruanda o trouxe ele queria ouvir de mim quem eu era agora. Falei em nome de Jesus as minhas dores, somente assim ele me ouviu.

Salve Deus Cavaleiro das Cordilheiras Peloponenses! Você agora é prisioneiro da espiritualidade maior! Dizendo isso ele foi levado daqui.

Salve Deus!

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

25.04.2021

Seja bem-vindo ao vale dos deuses!