LANÇA VERMELHA NA SESSÃO BRANCA

Os nossos compromissos além desta corporação é tentar entender os desígnios desta missão. Ontem, antes do trabalho com o povo Xingu, um espirito vivo de um doutrinador queria trabalhar nos mestres aparas. Ele não está vindo nos trabalhos e seu espirito está necessitando desta manipulação. Não o deixei ficar, e ele foi retirado pelo seu cavaleiro.
O Cavaleiro da Lança Vermelha é quem está trazendo os Xingus para os templos. Ele assumiu este compromisso de ajudar estes jaguares que vivem isolados ou já socializados a chegar nas casas do nosso Pai.
Caiapó, meu grande amigo, veio para cultuar o sol e a lua trazendo em seu espirito as energias das matas. Ele trocou esta pureza pelas palavras do doutrinador. Aliás, ele é profundo conhecedor da ciência do amanhecer. Já é um instrutor, pois despertou a sabedoria de um jaguar.
Eu fiquei observando seu dialogo e suas palavras eram puro ensinamento. Jaguar é jaguar, pode ser de nossa sociedade do amanhecer ou do fundo das matas. Bacana isso tudo. Não deixa de ser uma evolução cristica.
Agora o doutrinador transportado do seu físico queria porque queria incorporar. Não tem como, ele não é portador das forças dos Xingus. Se nem nos trabalhos ele está vindo. Ele iria causar um aborrecimento na aura do apará que ele se encostasse. Poderia até tentar, mas sem energia iria sugar do aparelho a sua energia vital.
Tem muita coisa acontecendo nestes caminhos que os jaguares estão deixando passar despercebido. Coisas que comprometem os plexos e chacras pela infusão dos elitrios.
Outra coisa que eu quero deixar bem claro. Eu conto o que se passa comigo em minhas experiências fora do contexto humano. Eu não quero que me sigam ou que acreditem no que trago. Eu quero que vocês acreditem em vocês, acreditem em Deus, acreditem nos seus mentores. Eu já tenho a minha estrada e a minha porta. Eu só escrevo para alimentar seus espíritos para que vão buscar o que lhes pertence. Um jaguar sem consciência continua patinando na neve.
A vida lá fora é uma coisa, aqui dentro é outra. Aqueles que sempre desacreditam na espiritualidade não passam de bonecos inanimados a fechar as portas dos outros irmãos. Se você é espiritista deveria saber que ser espiritualista requer conhecer o sistema cristico. É fácil julgar, mas como é difícil aceitar que outros façam o que não faz. Eu não preciso de adeptos, eu preciso que busquem a verdade, como disse Jesus: Somente a verdade vos libertará.
Se todos fossem um pouco mais puros de coração saberiam onde colocar seus pés. Nossos ideais é se formar mestres. Mestres das armas prontos para bombardear os seus companheiros de jornada. Aqui eu só vejo isso, um querendo derrubar o outro. Eu não vejo mais nada de ensinamento, de evangelizar, de amar, de perdoar. Por isso eu estou longe de tudo e de todos. Tenho muitos irmãos de coração que me assistem e se despertaram para suas realidades. Aqui é um mosteiro de Seta Branca, uma cabala, um oráculo. Aqui é para minha evolução e do povo que trabalha junto comigo e minha ninfa para a nova era, o terceiro milênio.
O conhecimento de tudo que é bom nos liberta do mal. Assimilem estas palavras e verão que existem vários caminhos, mas somente um leva a Deus. O caminho do coração.
Se vocês vissem as experiências dos espíritos estariam mais conscientes da luta. Os meus irmãos aqui estão assimilando esta roupagem do sol e da lua com amor e dedicação. Aqui tudo é simples como a própria natureza é. Os elementos são desindividualizados e prontos para usar. O cristal está sendo lapidado dentro da esfera e já começa a brilhar. Poucos ainda estão compreendendo o que falo. Os que já compreendem já estão perfeitamente equipados para esta nova estrada.
O homem luz do universo está chegando.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
Na-Selmo Rá
23.06.2020

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas