NEGATIVO E POSITIVO

Nesta viagem eu deparei com muitos animais. Pensei estar no céu, mas não, eu estava na terra mesmo. Este sítio estava preso na negatividade. Muitos animais estavam morrendo assim do nada. Fui investigar e chegando no potreiro vi vultos se movendo. Não tinham identificação de falange ou outra coisa. Eram uma massa escura sem aparência.
A coisa ali tava preta. Ruim mesmo. Quando chegavam perto dos animais eles sugavam a essência da vida e eles morriam como se tivessem levado um choque ou parada cardíaca.
Era só ali neste local. Enquanto tivessem animais eles não avançariam para as residências.
O negativo estava forte demais. Eu parecia um porco espinho de tão arrepiado. Da porteira eu não passei. Porcos, galinhas, vacas e cavalos caíam ao chão.
Eu fiquei observando como ajudar sem me envolver. Estava se formando uma caverna para os malignos. Sem poder contar com a estrela da terra onde faria a ligação temporal na contagem eu busquei as amaces. As amaces não podem descer sem a precisão do mestrado. E agora!
Tem certas coisas que não podemos resolver. É como mecher num vespeiro. Os animais sentiram minha presença por ter outra energia. Principalmente um cavalo doente preso na baia. Ele me olhava amargurado esperando a morte chegar. Triste, muito triste.
Este sítio foi acometido ao acaso. Foi usado por estar na linha do tempo destes espíritos. Vim embora. Marquei com um X o local para ser visitado pelos espíritos superiores.
Eu vejo muitos espiritualistas dizendo verem animais no invisível mundo. Eles estão na terra mesmo. Estão no perispirito do planeta.
Quando você se torna negativo o negativo absorve a sua mente. Tudo que você lutou e construiu passa a ficar sem sentido. É uma derrota para o encarnado. É como deixar de respirar.
Vamos voltar a manipular. Nem preciso dizer a necessidade deste povo com suas armas.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
09.06.2020

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas