EU FUI

EU FUI
Recebi muitos convites para visitar e fui em alguns. As pessoas mentalizam e esquecem, mas a energia fica transitando entre as cabeças e fica martelando no sensitivo. Ao chegar na morada do espírito eu vi que tudo ficou na indecisão, será!
Fiquei um tempo determinado até porque não era um só local. O mais engraçado que era somente abrir uma porta para entrar em outro endereço. Para mim foi um teste, sim, isso prova que estou certo.
Ao chegar em alguns pontos marcados eu percebi a desordem sentimental. Outros estavam equilibrados. Eu digo ponto não como riscar um ponto. Ponto aqui se refere onde o espírito reencarnou. Talvez tenha mudado de endereço, aí novo ponto é riscado.
O desdobramento espiritual é algo sem precedente, algo diferenciado. Desdobrar, multiplicar. Multiplicar sua memória.
É isso que minha vivência extra física tem me provado. Não é ficar preso em conceitos, mas procurar algo que mostre a sua verdade. Muitos que eu vejo em situações de debate não saíram ainda do casulo. Ruminam o conhecimento de outros e não partem em busca de sua herança transcendental. Herança tem muitos significados dentro de nossa percepção. Dentro do espiritual é trazer os segredos de vidas.
Ao chegar na casa de uma família vi que as heranças são fortes indícios de evolução pela dor. Ali não existe amor, existe uma cobrança milenar entre mãe e filhos.
Voltei para outro endereço, um mais fosforescente que o outro, sim, o pensamento brilha. Engraçado tudo isso. Quando se faz uma prece, algum pedido especifico para a espiritualidade, aquela energia fica brilhando na aura.
Por isso há um destaque dentro de um convívio social. Pessoas acesas e pessoas apagadas, digo, pessoas com fé e pessoas sem fé.
Geralmente pessoas com fé sempre estão brilhando. Estão em outra sintonia. A vivência terrena apaga a fé pela influência animal.
Eu fui em vários endereços e cada um é uma história. São vidas com juras transcendentais se compondo e decompondo. A vida é como células vitais que vão sendo consumindas com o tempo. A terra e um grande abrigo. O próprio oxigênio que da vida também retira.
Vamos continuar compreendendo nossa existência humana.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
22.05.2020

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas