JUSTIÇA DE DEUS

JUSTIÇA DE DEUS
Quando na terra prevalece a injustiça, no céu tudo é diferente.
Eu acabo de me encontrar com o espírito livre das amarras. Um soberano senhor da justiça de Deus. Eu, na terra, sofri uma grande injustiça política. Aquilo tudo ficou marcado no meu coração, pois foi uma armadilha de uma grande maracutaia planejada para tomar meu lugar.
Enfim, este espírito, um homem bom, veio para desfazer esta traição. Ele reuniu todos espiritualmente daquela época e reverteu o quadro. Eu me senti liberto, livre, o mal foi desfeito.
Foram mais de anos carregando uma cruz que não era minha enquanto os chacais riam da minha desgraça. Eu silenciei, tentei pela justiça da terra reverter, mas ela foi parcial. Deixei tudo nas mãos de Deus e me recolhi no mundo espiritual.
Depois de anos, 1996, para cá o peso foi diminuindo, quem fez pagou com a vida e também foi chamado nesta libetação, pois seu espírito não estava em paz. Eu estava acompanhado pela minha madrinha e Cigana Aganara. Povo Aganaro, povo da libertação das injustiças.
Este espírito ímpio mostrou a verdade escondida. A verdade que a terra não está acostumada a exercer.
Ele deu uma ordem e ninguém desobedeceu. No final desta reunião, na rua em frente da empresa, ele perguntou se eu aceitava esta condição. Aí, sim, mas porém outras injustiças foram cometidas. Ele perguntou quais.
Eu deixei para uma outra oportunidade, pois o que ele fez já mudou meu destino.
A injustiça se tornou justiça. Eu paguei por um erro que não era meu. Ninguém quis ouvir, hoje, 24 anos se passaram e finalmente recebi a minha sentença, inocente.
A terra ainda está muito longe de ser considerada um planeta justo, pois o domínio do mal impera contra os bons. Jesus foi prova viva desta vida. Nada fez e foi condenado. Calou enquanto a multidão libertava o ladrão.
Hoje eu vi de perto este espírito livre das amarras da terra. Ele brilhava sem igual. Seu rosto era sereno com semblante forte dentro de sua autoridade.
Ele mudou o meu passado retirando uma mancha negra. Agora eu sei que muita coisa vai sair da escuridão. Eu confio, eu vi com a cigana que ele vai fazer a justiça prevalecer, tanto a social como a espiritual.
Eu não perguntei seu nome, esqueci, foi muita emoção.
_ Eu te espero para novamente saber o resto de tua história!
_ Salve Deus! Enfim, liberto!
Viemos embora, eu e Aganara, minha madrinha testemunhou esta reunião. Todo mal um dia irá desfazer.
A felicidade foi grande, foi uma emoção ser recebido pela justiça do céu.
Voltamos.
Agradeço a Deus pela sua bondade divina.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
05.05.2020

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas