O RESGATE

O RESGATE
Depois do primeiro gole a aura abriu e os companheiros negativos chegaram.
Fomos em missão, eu e minha ninfa, para resgatar uma jovem em meio a uma situação que me constrangeu espiritualmente. Era uma casa velha no caminho por onde iriam passar. Naquele momento não havia ninguém ali e nós não invadimos, somente ocupamos estratégicamente. Ficamos na garagem com um portão de grade para a rua. De repente eu olhei para fora e vi esta jovem vindo com mais alguns espíritos escuros. Era deprimente o estado deles. Zélia, como apara na terra, ficou ao fundo esperando sua hora. A jovem passou e eu a retirei do meio deles. Ela levou um susto e perdeu a fala.
Eu assisti a iniciação espiritual dela feita por Seta Branca. Mesmo não tendo desenvolvida sua mediunidade ela tem ligação direta comigo.
Entreguei para Zélia conversar, pois o dono da casa presenciou tudo. Ele me chamou para entrar. Era uma casa enorme, muitas portas. Tinha duas crianças gêmeas com ele. Conversamos um pouco até que ele veio com algo nas mãos e colocou no bolso da minha camisa.
_ Não olhe agora! Você saberá quando precisar!
A conversa da ninfa estava encerrada, só que a falange sofredora estava procurando ela. Uma mistura explosiva diante de fatos sem argumentação. Saímos, deixamos ela livre para escolher, se bem que o caminho dela não é este de agora, mas o anterior.
Deixei minha esposa em casa e fui caminhar, remoer meus pensamentos.
Um espírito veio conversar comigo. Um pastor evangélico. Era mulato quase branco. Dono de uma rede de igrejas, muito abastado pelo dinheiro. Tudo ele compra. Era uma praça de Curitiba onde me sentei para refletir sobre a jovem.
Ele chegou com muitas notas de dinheiro me oferecendo. A tentação é grande e todos sabem que o jaguar anda apertado nesta vida.
Recusei três vezes
_ Eu não estou te comprando! Eu estou ofertando a você! Eu acompanho sua saga missionária e vejo a sua caridade! Sem nada a oferecer aos necessitados como vai suprir seus caminhos!
_ Salve Deus! Afaste de mim este cálice!
Dizendo isso ele recuou, mas deixou um maço de dinheiro.
Eu olhava para aquele homem e via nele um mendigo que perderá tudo por seguir o Cristo. Tudo que ele tinha tomaram, até a sua vida.
Estava escurecendo e o caminho de volta sumindo. Lembrei do objeto no meu bolso. Era um cristal que brilhava como se fosse uma lanterna. Peguei e fui iluminando meu caminho de volta. Cheguei de madrugada com coragem e fé.
Nos trabalhos no templo vou buscar esta falange. Tirar ela do destino desta jovem. Libertar.
Eu espero que ela evite o que eu assisti.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
28.04.2020

O RESGATE – Parte dois
Voltando ao pastor e sua história. Ele foi um romano muito rico, muitos dotes, e ao encontrar o mestre e recebendo testemunho da verdade seguiu seus passos. Ali foi sua derrota, pois o povo romano, anticristo, tiraram tudo que tinha. Com a partida do grande mestre ele se tornou andarilho, mendigo. Agora ele veio cobrar em dobro tudo que lhe tiraram.
A lei de causa e efeito dentro da razão condicional
Tudo pode ser diferente quando nos conhecemos e conhecemos a nossa história. Não reclame de você a Deus, pois ele te conhece mais que você mesmo.
Lei de causa e efeito
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
28.04.2020

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas