DEBAIXO DA CAMA

DEBAIXO DA CAMA
Tão logo uma mão saí e pega na minha perna. Eu levei um susto, mas assim aconteceu.
Eu estava projetado para fora do físico naquele instante que acontece o desligamento dos mundos que se aproximam. O espírito já estava aqui, Pai José de Aruanda veio junto. O problema que ele está encarnado e não domina sua condição espiritual, por isso ficou escondido.
Ao reconhecer quem era eu fiquei curioso pelo motivo que o trouxe aqui comigo. O amor pela sua mulher. Ele veio pedir orientação e ajuda para saber por qual motivo ela adoeceu.
Pai José disse que ele pediu tanto para vir que atendeu seu desejo. Retirei-o de onde estava e tão logo fomos em busca da verdade.
Chegamos em sua morada. A sua esposa estava deitada e seu espírito não saía com medo. Sofrerá um distúrbio físico, uma corrente esparsa atingiu seu eu interior. Eu fiquei vendo aquele quadro carmico tentando entender o motivo do impacto na aceleração da cobrança e desaceleração da proteção. Tudo tem motivo e justamente essa passagem está condicionada a fé. Muitos remédios condicionaram sua vida que deverão acompanha-la pela encarnação.
_ Veja filho! O jaguar ama tanto esta filha que está propenso a largar tudo para ficar ao seu lado!
_ Eu sei, ele já havia me falado!
O preto velho foi até a cabeceira da cama e com sua mão direita posta na horizontal e a esquerda na vertical clamou ao Divino Mestre a energia da cura. Naquele instante tudo foi ficando cor de prata. A energia foi sendo filtrada e iluminando o corpo da mulher. Naquele instante eu lembrei de Mayanty: velhos marcianos ingressados no pronto socorro espiritual.
A ionização luminosa que aconteceu naquele momento me deixou curioso.
_ Meu irmão, me ajude, cure minha amada!
_ Salve Deus! Eu sou somente discípulo! Se tua fé em Deus for maior que seu amor próprio ela irá se curar!
O quadro desta cobrança foi em um episódio em que se deu o reencontro das almas. A energia esparsa resultante do choque entre elas acabou por interferir no físico. Tudo foi alterado, todas as células passaram a desobedecer o comando original do DNA. Esta corrente esparsa foi muito violenta e o corpo não tinha como impedir.
É como eu disse em uma aula, tem certas coisas que se movimentam no etérico plano que não se deve mexer. Eu respeito as ordens celestial. Nunca trocar sua liberdade pela escravidão da vaidade.
Nós estamos mexendo com forças magnéticas poderosas e dependendo de sua concentração atômica elas podem desintegrar se saírem do controle.
Eu ajudei na aplicação do passe luminoso. O corpo astral brilhava pela energia prateada.
Eu notei no jaguar pensativo um pouco de desânimo.
_ Meu irmão! Levante tua cabeça aos céus! Agradeça por tudo!
Minha hora chegou, Pai José me trouxe embora.
Desejo do fundo do meu coração que Jesus cure pela fé em Deus Pai Todo Poderoso. A energia da cura pode ser processada sem haver incorporação.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
20.04.2020

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas