LEGIÃO

LEGIÃO
O grande compromisso do jaguar.
Ontem, 21hs, o ambiente foi mudando e tão logo as imagens foram se formando. Era o Reino de Zana abrindo o portal de lá para cá, terra. Foi tão forte que eu queria quase incorporar. Dizem que doutrinador não sente nada, eu digo que eu sinto, sinto o mundo a minha volta nos destinos, nos pensamentos, na razão.
Depois do abata o mundo girou, a pedra rolou, ninguém disse nada. Até as pedras um dia se reencontram.
Foi então que Zana iluminou o meu sol, o meu ambiente. Eu despertei as paixões do jaguar para com Deus. A terra apesar de estar distante fisicamente ela ainda é vista com bons olhos pela espiritualidade. Aqui todos matam a saudade dos reencontros dentro deste invólucro sociável.
Quer encontrar alguém vá até o amanhecer de Seta Branca. Te garanto que se não estiver lá logo logo chegará. O pai reaproxima seus filhos, suas heranças, suas juras transcendentais.
Hoje pela manhã ainda o povo estava recebendo a assistência de Zana. De madrugada no despertar do espírito no espaço infinito a transfiguração do homem se torna leve pelo coração bondoso. Jamais deverá caminhar com o coração apertado, amargurado e desvalorizado. O sentimento do espírito deslocado de sua imagem e semelhança revela os porquês da vida fora da matéria. Astral interior e exterior.
o mundo agora tem voz e vez. As portas foram abertas. Deus está no comando.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
16.04.2020

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas