CARCERAGEM

CARCERAGEM
Dupla prisão. Nasceu, então, Rodriguinho em meio a uma situação constrangedora dentro de uma prisão.
O parto foi difícil, mas até aquele momento tudo foi normal, sem problemas até que nos primeiros meses a deficiência começasse a dar sinal. O corpinho começou a se atrofiar e sem prever o futuro nasceu dentro de sua eterna prisão.
Uma prisão dentro de outra. Eu fiquei observando as reações dos familiares ao saber da notícia e somente a mãe da jovem recebeu seu neto com amor. Enquanto a mãe cumpria sua pena por tráfico o menino crescia preso a uma cadeira. As drogas mudaram o destino de todos, destruiu a família, e ainda fez o que fez. Mas aquele espírito também assumiu esta dor de ter nascido assim, pois fora um usuário de entorpecentes em vida passada.
Por isso a mãe foi levada a entrar neste caminho, a influência do espírito estava sobre ela. Juras transcendentais. Quando se jura tudo fica registrado e só vai quebrar ou pagar quando se cumprir.
Eu tive um exemplo aqui no templo com um casal. Foi uma jura transcendental de um reencontro milenar. Ele foi morto em um duelo de espadas e ela diante da morte jurou reencontrá-lo.
Tudo se confirmou na linha da vida deste velho jaguar quando eu vi em suas mãos.
Voltando. A mãe ficou presa e a avó amou como seu filho. Esta mãe foi instrumento para a vinda deste espírito para redimir seus erros. Foi a única forma para ele ter merecimento de reencarnar.
Vejam a situação que envolveu todos.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
13.04.2020

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas