REBELDES

REBELDES
Como dizia Neiva, a fita rocha.
Eu frequento muito lugares que me transmitem conhecimento além carmico. O conhecimento de tudo é bom para limpar nossas almas, para construir nossa base, o alicerce de propulsão do espírito.
Eu fui para um plano que consistia receber espíritos rebeldes. Era uma grande escola, rígida, mantinha aqueles espíritos sob suas rédeas. Mesmo ali ainda tinha os revoltosos contra aquele sistema. Eu pensei, então este sistema estava sendo burlado, só que a jovem revoltosa fugia para pregar seu descontentamento. Tão logo seguranças saiam a sua caça. Ela corria pelo campus se escondendo e tendo ajuda de outros que a viam como esperança de quebrar estas regras. Sempre dava um jeitinho de se sair bem, mas o sistema continuava.
Eu lembrei de Capela quando aquele povo foram expulsos por serem considerados revoltosos. Um único ser teve compaixão e não permitiu que fossem desintegrados.
Assim foram retirados do convívio capelino. Tiveram uma oportunidade de refazer seus destinos. Muitos retornaram para o planeta mãe, outros estão no canal vermelho a espera de sua recuperação e chamada reencarnando e desencarnando até atingir seu estágio de normalidade.
Então aqui seria quase igual a terra, onde os rebeldes tem liberdade para expor suas opiniões. Só que aqui é mais rígido que no mundo físico. Aqui é uma escola de recuperação.
Eu pensava alto e via a necessidade da fita rocha. Fui atrás da jovem que em meio ao tumulto foi escondida pelos demais já menos revoltados. Os seguranças entraram no galpão e como todos silenciaram foram embora.
A vida nos ensina que o nosso compromisso maior é com a nossa evolução e não com a dos outros. Ensinamos, mas não participamos. Como diz o grande iniciado, só terá culpa quando souber a verdade. Até então matar, roubar, tirar proveito é coisa normal para os revoltosos. O dia que um mestre dizer para aquele ser que ele está no caminho errado, dali para frente vai começar a contar no seu caderno da vida.
Como é fácil julgar, criticar, até porque ninguém foi lá e disse, isso está fora de questão.
Tia foi rebelde, isso ela mesma conta na sua história. Somente o tempo de instrução foi acalmando seu coração. Nós, mestres, vivemos em dois planos, mesmo vocês não se lembrando ou querendo ignorar. O jaguar caminha em socorro espiritual tanto na terra como no céu. Por isso os muitos prontos socorros na terra, para levar a palavra do evangelho de Jesus. Colocar Jesus nestes corações rebeldes.
Todos aqui são rebeldes quer queira quer não. Basta se apresentar um motivo para todos se rebelarem.
Vou contar esta passagem com tia Neiva. Um mestre estava trabalhando no templo e sentiu vontade de ir ao banheiro, só que não foi, foi no lado do templo e lá fez sua necessidade. Tia da casa grande viu e mandou chamar o adjunto daquele mestre. Ela não chamou o doutrinador, ela chamou o adjunto, pois se o mestre não aprendeu o respeito pelo sagrado a culpa foi do seu adjunto.
Respeitar e ensinar. Essa foi a missão entregue para todos.
Vocês sabem qual é a lei do jaguar?
Eu voltei um pouco mais humanizado. A gente só vai se conhecer quando tivermos plena consciência de nossos atos.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
04.04.2020

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas