CURUIS

CURUIS
A gente tem que manter o respeito e acima de tudo a ordem.
Como os espíritos se apoderam das mentes humanas. Tudo é regido pela anarquia, mas porém, tratando de uma autoridade há uma separação dos envolvidos. Esta palavra vem bater de frente com o que assisti nesta viagem, mas ela estava vazia, perdeu sentido. A autoridade máxima foi deposta e sem um regime de contenção todos se revoltaram.
Como autoridade romana a figura do homem foi ferida.
Os espíritos vieram com sede de justiça e a confusão foi geral. Eu tive que usar da razão para não deixar quebrar a hegemonia. Minha autoridade estava sendo interpelada. O grande tribunal se voltou contra o ocupante desta curul.
A alternativa foi enfrentar as feras que desobedientes foram contidas de forma a não desonrar as leis vigentes. Todos queriam mostrar que esta lei não merecia estar na condição de um poder. Eu fui juiz nesta ação perante os anarquistas, os revoltados seres sem coração.
Como foi difícil conciliar o amor com a razão crua e fria. Mas se não fosse assim os mal-amados tomariam o poder e as rédeas do destino.
Foi muita confusão para estabelecer a hierarquia.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
30.03.2020

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas