AGRADECIMENTO

AGRADECIMENTO
Esta noite após o cansaço para acertar o piso do pajé para receber o concreto, eu recebi a visita de um ministro. Ele veio de longe para eu agradecer ao seu representante na terra pela sua bondade.
Eu fiquei feliz, porque para uma entidade vir pedir é uma grande honra.
Se todos soubessem que nossos caminhos são a continuidade da vida fora da matéria ficariam ou viveriam como santinhos. Nossos mentores ficam tão feliz quando nos desprendemos da couraça e praticamos a caridade espiritual. Espiritual que eu falo aqui é construir algo na terra que vai ficar registrado pela eternidade.
Eu fiquei sem ação diante de uma luz, porque eu não esperava esta visita. Isso aconteceu ontem quando recebi uma ligação de São Paulo. Eu vi o casal junto vibrando com amor pela casa de nosso pai.
Vou pedir para que recebam a felicidade de um adjunto com seus irmãos daqui do sul. Agora, quando estiverem no solo sagrado o ministro fará a corte. Somente para vocês dois, pois caridade não tem fronteiras. Eu agradeci a ele por sua bondade.
Eu gostaria que todos filhos de Seta Branca olhassem por este lado, porque uma casa não se ergue sem a união de todos.
O pai ajuda tanto e os filhos estão escravizados materialmente.
Uma vez Seta Branca chegou para a Tia e disse que ele queria um templo bem bonito para que seus filhos ricos pudessem sentar ao lado dos filhos humildes. O tempo passou e todos entenderam a mensagem: humildade, tolerância e amor. Aos poucos o amor incondicional foi conquistando todos.
Assim é Seta Branca, ele trabalha dentro de nossos corações. Aquele grãozinho de areia que vai se multiplicando.
Jaguares, em nome do ministro Apurê, eu agradeço desde já sua boa ação.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
21.02.2020

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas