OS ESPÍRITOS SE VISITAM

OS ESPÍRITOS SE VISITAM
Nas longas madrugadas os espíritos saem de suas casas e vão visitar outras pessoas. Podem ser amigos ou não, tudo vai depender da frequência espiritual.
Eu estava chegando quando vi um homem subindo a rua em direção a minha casa. Eu não o tinha reconhecido de costas, mas sou cordial e o convidei para sentar na varanda. Quando o vi de frente eu o reconheci. Era o adjunto que mora em Irati. Sorridente veio se desculpar por não ter podido me encontrar. Do mesmo jeito de sua imagem, até porque eu o conheço assim, de fotos. Sentou-se na área e a prosa foi boa.
Muitos espíritos se visitam, mas não se recordam. Uns saem de suas moradas e outros vão chegando.
É um eterno vai e vem, coisa bacana, mas tudo tem significado nesta escola de aprendizes.
Eu fiquei feliz, nossa amizade foi boa em termos missionário. Fizemos muitos amigos pelo mundo, deixamos muita realização importante.
Aqui, espiritualmente, não apresentava doença, tudo era físico. Algumas cobranças interagiram no carma prejudicando o corpo material.
O que posso dizer, ele sabe tudo e talvez por isso tenha vindo me visitar. Vindo buscar os segredos da mediunidade. Com o espírito transitando é mais fácil de receber a cura. Os médicos tem melhor acesso ao sintoma e conseguem medir com precisão a deficiência do problema alterando as células vitais.
Eram três horas da madrugada quando chegou.
Despediu-se e foi levado embora. Eu voltei para meu corpo e agradeço ao bom Deus o dom que me entregou.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
13.01 2020

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas