NA ESQUINA DA VIDA

NA ESQUINA DA VIDA
Ouvi um chamado e fui ver do que se tratava. Parei, alí, na esquina da antiga PM, templo mãe, esperando o autor passar. Fiquei por horas aguardando e ele não veio. Via a movimentação pelas ruas do vale e os espíritos zanzando de um lado para outro. Por mais de uma hora de vigília eu acabei desistindo e voltando. Ao chegar aqui novamente o chamado.
_ Mestre, me ajude!
O homem estava lá na esquina de sua vida implorando por um sinal. Eu não fui, criei um canal espiritual que se ligou ao seu eu. Vi que a sua necessidade está atrelada ao seu padrão. Muitas dívidas e pouca ação.
A questão do amanhecer é que estão endividando o adjunto de Jurema, estão destruindo a raiz iniciática que foi implantada com sacrifício humano. Um só homem está deturpando tudo que é original e tornando um grande vazio. Isso ele já fez em Delfos e continua com a mesma ganância do poder.
Este espírito que vibrou comigo é uma de suas vítimas, ele não quer chegar as vias de fato, porquê ainda respeita Seta Branca como pai.
O lamento dos jaguares escravizados pela tirania. Lembrando que nós somos autores das nossas consequências e desastres, como dividas carmicas terríveis.
Adjunto de Jurema, poucos entendem o significado deste poder.
Vamos retroceder no passado, pois ninguém avança sobre o futuro carregando seu pesado fardo. Tudo parou no tempo.
Eu tirei da cabeça deste irmão a idéia de vingança, não adianta brigar por efêmeras coisas. Nada dura eternamente, tudo se renova, se transforma.
A grande nave vai descer e abençoar esta terra com os eflúvios luminosos.
Na terra, os homens, posseiros, serão arrastados para outro campo vibracional. Lá farão menos mal que aqui, pois estão se endividando cada dia mais. Tenham paciência, tudo irá se resolver e se não tiverem tolerância tem outros portais aguardando sua presença.
Como me disse este irmão: a solidão de um jaguar. Foi com isso que ele se revoltou, porque não há amor que justifique os desafetos.
Está na hora de mudar, de mudanças, de desaparelhar esta doutrina e torná-la a casa de Deus e não a casa de homens sem distinção. Antes que tudo seja soterrado.
Daí aos jaguares a sua rica missão e o seu sublime sacerdócio.
Mudei o destino deste irmão. Ele não vai fazer esta besteira de se vingar.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
24.10.2019

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas