IRRACIONALIDADE

IRRACIONALIDADE
A briga pelos pães.
Tempos atrás houve muita desunião das pessoas em certo continente. Escassez de alimento levou a uma disputa acirrada pelo pão sem fermento, algo que muitos se mataram por um pedaço. A fome era tanta que só não houve uma guerra santa porquê não tinham forças para a batalha.
Muitas mortes marcaram este período tão trágico para a humanidade.
Esta passagem foi contada por um homem que viveu nesta época
Ele carrega em suas mãos um pedaço de pão.
Conversamos e como foi difícil ele entender a nova era, entender que agora ainda vive no seu passado. Os espíritos ainda sofrem as dores da revolta, mas não é individual, é coletiva. Os mortos vivos pela fome que acometeu este povo.
Falando de forma que eu entendesse suas palavras dizendo que sua família toda morreu assim. Até hoje ele busca todos e sem encontrar vaga na escuridão espiritual
Escuridão espiritual é a cegueira carmica, é tendo olhos mas não consegue distinguir a si mesmo.
Ele estava deitado numa espécie de girau de madeira velha e de lá, do seu mundo, buscou a minha sintonia. São janelas temporais ainda abertas no tempo e espaço. E vejam que são milhares delas espalhadas ainda intactas. Quando o ultimo sair esta janela se fecha
Eu fechei muitas que estavam no meu destino e ainda tem para serem abertas e trabalhadas.
O homem falou e falou, desimpregnou a sua dor. Acho que agora está no caminho certo.
_ Boa sorte meu irmão!
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
30.08.2019

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas