COISA SÉRIA

COISA SÉRIA…
Vejam bem, nunca façam o que este doutrinador desencarnado fez em vida.
Ele promoveu a separação, caluniou e desprezou uma missão, um templo, só porque este templo não compactuou com seus desmandos.
Ao chegar no templo, hoje, nos trabalhos, na frente da pira, preparação, ele chegou. Quase não me deixa abrir os trabalhos, queria perdão, queria se desculpar por tudo que fez. Ele plantou uma grande discórdia por onde passou e meu nome sempre estava na ponta da sua língua.
Agora, vendo pelo outro lado da vida se sentiu cobrado por suas palavras.
Eu fiquei na minha, não esbocei nenhuma reação, nem sim e nem não, não fui eu quem errou, eu sempre respeitei.
Este peso ele deverá carregar como reparação até que tudo se apague. Quando o último for o último, aí sim, ele terá paz. Enquanto perdurar a calúnia, difamação, desprezo, e os mestres que tanto o idolatraram, estão contribuindo para afundar seu espírito.
Quem ainda se mantém contribuindo para manter seu espírito preso a sua dor também pagará seu preço.
Como trino o mestre achava que nada lhe aconteceria. Ledo engano. Agora ele viu a verdade e não adianta, não tem como se desviar por outro caminho.
Quem poderia acabar com esta dor seria Pai Seta Branca, mas o pai respeita a dor de quem foi injuriado. Se nós temos carmas para pagar, este é mais um adquirido.
Eu não disse nada, aí que ele sentiu que os erros são cometidos por se deixar levar pela onda negativa.
Janaina veio hoje trazer luz para nossos atendimentos, veio trazer paz. Ela veio séria, não sorriu, veio colocar ordem.
Assim que cada um pague pelo que faz.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
24.08.2019

Leave a Comment

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas