GATO PARDO

GATO PARDO
A noite todo gato é pardo.
Recebi um convite, aliás, o jaguar veio me buscar para conhecer seu cantinho, onde vai construir sua morada. Era um lugar solitário, de difícil acesso, que para chegar até lá percorremos uns becos sem luz.
Chegamos, era um espaço vago atrás de tudo. Entre muros altos de outras construções eu fiquei observando e tentando analisar pelo sentido material. Talvez com uma boa iluminação melhore o aspecto tenebroso, mas como era noite não se tem noção certa como de dia.
Ao voltarmos paramos onde está hospedado na terra, e ali eu fiquei como convidado. É diferente quando se é convidado de quando se convida. Eu não me convidei para ir. Quando eu estava lá chegou uma mulher que eu conheço é quando me viu perguntou.
_ O que você está fazendo aqui?
_ O mesmo te pergunto!
Saí. Tem gente que desconhece os preceitos da educação, nem falo de evolução, falo daquilo que trazemos de berço.
O mestre perguntou para onde eu estava indo.
_ Estou voltando para casa! Deus vos abençoe pela sua conquista e caridade!
Não adianta jogar pérolas a quem desconhece o evangelho, mas ninguém quer servir de capacho. Vão e se afundam no lamaçal e depois veem limpar seus pés em nossos caminhos.
Ser humilde, mas não ser humilhado.
Na terra tudo é feito por conivência. Somos cúmplices das dores.
Cheguei em casa, minha nobre morada, eu agradeço a Deus por ter me dado o que tenho, o pouco com amor se torna tão grande que brilha e todos ainda querem tomar.
A inveja é inimiga da evolução. Eu desejei ao mestre doutrinador que seja muito feliz nesta etapa de sua reencarnação.
A vida é assim, ela é feita de merecimento. Lute para merecer, pois só cai aquele que não acredita em si mesmo.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
20.08.2019

Leave a Comment

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas