PORTAL INTERDIMENSIONAL

PORTAL INTERDIMENSIONAL
Eu espero não estar incomodando com minhas histórias, mas é a única maneira de explicar e mostrar o invisível plano.
Desta vez eu vou mostrar como é um portal. Ele parece com uma gota de óleo numa bacia de água. Ele está ali, mas ninguém o vê. Achei uma maneira de contrastar este portal para torná-lo visível. Com um pouco de bicarbonato de sódio e jogando no seu espaço criou uma cortina azulada tênue. Era por alguns instantes, ele parecia com névoa circular, não era sólido, era diferente na sua composição abstrata. Seria como um sonho dentro de um paraíso.
Ao ele mudar sua estrutura de invisível para visível todos puderam vê-lo. Não se pode ver e nem tocar, não existe massa, é um duto, um túnel interligando um lugar para outro. Ele está presente no plano espiritual e se forma no deslocamento do espírito, isso é, quando saímos do corpo físico.
Ele é algo que ninguém nunca viu, pois não dá tempo de perceber, ao sair do corpo já passou pelo portal.
Muitos são incrédulos destas visões, nunca tiveram oportunidade de ver, sentir e ouvir. Eu não sou o único a viajar, vejo muitos espíritos nesta faixa, mas eles são como robôs sendo guiados pelo destino.
Vão, fazem sei lá o que e voltam adormecidos para a terra. Não colhem nada de conhecimento, tudo se apaga. Feliz daquele que trás um cisco em seus olhos dentro da memória astral.
Vamos trabalhando a ciência dentro do nosso laboratório, os avanços estão criando silhuetas visíveis. Já vemos o despertar da consciência anímica nos efeitos da transição planetária. Somos todos cientistas.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
24.07.2019

Leave a Comment

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas