QUEBRAR O ENCANTO

QUEBRAR O ENCANTO
A vida é feita de surpresas, umas boas, outras ruins, mas são estes encantos que dão vida a vida.
Uma vida sem encanto se torna inútil, vegetal, porquê nós precisamos desta energia para mover a engrenagem do destino.
Tem tantas coisas aguardando a hora certa para chegar e se apressarmos o passo podemos não compreender o porque das coisas.
No nosso paraíso vivemos a noite e o dia sendo esclarecidos por etapas. Não precisamos vivenciar antes do tempo uma causa ou ação somente para nos orgulhar que sabemos de tudo. Quebrar o encanto é interferir no destino, seja ele por atitudes ou premonições.
Ontem eu vi um espírito de uma mulher preocupada com uma missionária aqui do templo. Não sei dizer se era encarnada ou não, mas chamei a ninfa em particular e expus este quadro. Nosso Pai Seta Branca é um espírito muito conhecido nos mundos de Deus e estes espíritos vão pedir a ele a oportunidade de haver os reencontros. Ninguém pode ao menos pensar o que se passa fora das amarras. Esta mulher veio muito preocupada, em seu semblante demonstrava um risco eminente de haver segregação por incompatibilidade. Eu queria falar mais, contar quem era, mas não deixaram.
O mundo espiritual de Seta Branca não é igual a terra, lá existe lei e se algum de nós não respeitar o que está escrito nós seremos colocados na geladeira.
Se lá fala uma coisa e aqui fazemos outra é porquê não queremos seguir este caminho.
Eu senti tanto, mas os espíritos, mesmo sendo quem são e ao conhecer o sistema eles se compenetram da verdade. Só não respeita quem não tem conhecimento, pois tudo é feito as claras.
Os aparas tem que prestar atenção em suas incorporações, está havendo mistificação. Não se pode mudar o contexto do comando e quem vai pagar é o comandante. Eu ensinei direitinho e se fizer diferente está fora da contagem.
Não se cruza uma força, sim, aquele que cruzar viverá sempre em desarmonia. Não receberá daqui e nem de onde estiver.
Pai Miguel vendo os médiuns me alertou na questão de muitos estarem distonando da realidade. Nenhum preto velho pode interromper um trabalho para mensagens pessoais. Eles vem para curar e não para satisfazer egos. Para isso tem angical para justamente conhecer a verdade.
Quando eu falo isso é porque o primeiro puxão de orelha foi meu. Não devemos inventar coisas com a disciplina mediúnica, como ele pediu, novos cursos somente ano que vem e com mais médiuns.
Eu não chamo atenção dos médiuns, mas a espiritualidade sabe agir para colocar ordem. Eu ensinei, segue aquele que tem juízo.
Quando um médium começa a sair do seu padrão começam a acontecer fenômenos espirituais e materiais, sua vida vai perdendo os valores da conquista. Vai empobrecendo e voltando como era e até pior, até que ele comece a refletir. Aqueles bônus divinos foram jogados na lama e pisoteados pelo próprio médium. A luta agora será mais difícil, aquela bênção recebida com amor será contida. Perder a confiança é perder o merecimento.
O espírito volta, ele anda para trás. Vamos ver que este grandioso espírito veio com missão cristica para ajudar a transição planetária. Nenhuma religião fará por nós o que este amanhecer está fazendo.
Para quem vê, nem que seja em sonho, irá respeitar os ensinamentos. Não se serve a dois senhores.
Por isso eu alerto como mestre responsável por este continente que sigam com o que aprenderam. Não tentem esconder, pois os olhos que tudo vê não se fecha nem de noite.
Não quebrem o encanto.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
11.07.2019

Leave a Comment

× Contato!
Pular para a barra de ferramentas