SONO PROFUNDO…

Salve Deus!

 

Os espíritos encarnados no sono de suas eternidades.

 

A fila está aumentando cada noite mais. Todos estão vindo para o despertar de suas consciências, querendo uma nova vida, uma nova oportunidade de refazer sua trajetória.

 

Ao sair do corpo para uma nova missão a grande multidão já esperava para os retoques em seus espíritos. Muitos vieram de longas jornadas, outros daqui de perto mesmo, mas a intenção era acordar seus espíritos encarnados. Quando se dorme não há possibilidade alguma de despertar, somente quando há alguma brecha que foi esquecida na hora da programação.

 

Cheguei e logo todos queriam falar. Muitos vieram abraçar, outros receosos ficaram no silêncio, mas enfim, eu olhei para aquela gente que se lançaram no espaço de suas mentes buscando respostas. Tão logo o reconhecimento de algumas passagens, vidas entre vidas, mortes entre mortos, e tudo foi sendo esclarecido.

 

Nós somos um povo que busca respostas, mas elas não estão na terra, estão guardadas em um local secreto, longe das mãos dos interesseiros. Na terra está havendo uma preparação dos encarnados para aflorar esta parte adormecida, esquecida, que por muitos anos está travada no coração. O maior perigo é os confrontos entre amigos e inimigos, sim, porque você poderá estar convivendo com seu maior inimigo e não sabe, ou estar com sua alma gêmea e nem dar valor.

 

Por isso que o sono profundo tem suas vantagens, para não deixar a sua evolução se perder novamente. Sabemos que tudo é uma escola, mas a grande universidade é para preparar os seres humanos em suas sabedorias e não alimentar o ódio. Somente o amor nos dará chances de realizar esta abertura, digo que seja uma triangulação divina, a hora que Deus levantou sua mão de nossas cabeças. será um dilúvio de acontecimentos, alguns não irão saber como agir, porque mil anos em um dia será muita coisa.

 

Quando temos por missão enxugar as lágrimas do próximo sabendo que as nossas são como cachoeiras, aí sim, veremos quem somos nós.

 

Foi, então que, a multidão se espremia. Todos queriam o merecimento de poder perscrutar as almas. Mesmo na falência de suas memórias eles querem sobrepujar aos demais tendo algo maior, melhor. Vi que se eles tivessem esta abertura poderiam matar sem piscar, sem ao menos sentir amor pelas suas vítimas. E é isso que todos estão procurando, acordar de sua eternidade adormecida com poder sobre os mortos vivos.

 

Neste episódio veio uma mulher se dizendo minha sogra, me chamou de genro, mas não me conquistou. Ela queria despertar de sua memória astral, mas não me convenceu de sua missão. Me beijou a face esquerda, mas não a direita. O cálice da vida eterna está vazio. É preciso encher com água da fonte da vida. Esta água derrama sem parar e Mãe Iara todas as madrugadas vem consagrar. “Quem beber desta água jamais terá sede eternamente”.

 

Pai Seta Branca está aqui. Ele está preparando com o suor destes filhos uma nova roupagem espiritual. Sempre ele está ali sentado com sua tolerância, sua humildade e amor, aguardando seus filhos acordarem. Este sono não pode durar mais que uma eternidade, porque são filhos do sol e da lua, mas porém ainda estão dormindo. Despertem enquanto estão aqui com suas juras transcendentais.

 

Foi muito comovente estar neste lado da vida vendo o descortinar do grande teatro espiritual. A cortina não pode descerrar os enigmas da vida fora da matéria, porque perderia o interesse e assim todos perderiam suas fés. Fé, sim, fé em si mesmos, em suas encarnações. Quando se perde o medo a morte não faz sentido e nem a vida conquista outros objetivos.

 

Todos foram atendidos. Todos ouviram as palavras do sermão da montanha que Jesus pregou e assim descrevendo a igualdade e a fraternidade foram apagando suas memórias mais uma vez. Aquela sabedoria vai descer em seus corações, mas não na memória. Somente quando o grande missionário abrir esta porta todos já terão o destino certo.

 

Sei que muitos procuram respostas para suas indagações. Sei que muitas vezes estão deprimidos e confusos, mas não olham para dentro de si mesmos. Toda resposta está alfinetada no pergaminho de sua vida. Procure dentro do seu mundo a sua eternidade.

 

Todos se foram.

 

Salve Deus!

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

30.08.2018

Deixe uma resposta