PORTAL DE DESINTEGRAÇÃO…

Salve Deus!

 

Os espíritos, mesmo não tendo afinidade comigo, vem procurar a minha missão.

 

O mais lindo desta história é poder lembrar de tudo que se passa no além plano físico. Vemos, então, espíritos que se maltratam pela simples notória de querer saber mais, de querer vencer seus inimigos, mesmo dentro desta seara divina, ainda tem os que correm por fora menosprezando seus irmãos.

 

A noite, como a gente vê bem claro e nítido as ações dos espíritos. Chegaram aqui muitos oriundos de outros templos para uma reunião. Os mais exaltados promoviam uma desordem intelectual, os mais silenciosos assistiam a tudo, mas com respeito não se misturavam, permaneciam observando. O presidente deste templo veio na frente com aquela autoridade e se dizendo sabedor das leis do amanhecer falava mais que o homem da cobra.

 

Eu fiquei no meu canto, observando, porque a sabedoria o homem está justamente no seu silêncio. Não precisamos mostrar quem somos, precisamos humildade para sermos reconhecidos. Foi assim que tudo aconteceu, em uma noite de desafios, porque para o espartanos não importa quem ele é, importa quem ele abateu.

 

Eu deixei eles falarem, diziam coisas que até Deus duvida, mas como somos o despertar de uma nova era não me impus aos comentários, porque aprendemos que a execução do rito se dá pela luz dos olhos.

 

Vamos colocar as cartas na mesa, esperar o dilema dos homens chegarem ao final da contagem, vamos aprimorar os contatos além matéria, coisa que todos esqueceram, pois a vida na terra é somente uma pequena recompensa.

 

O portal abre e fecha, mas somente com a chave certa.

 

Salve Deus!

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

24.08.2018

Deixe uma resposta