MUITAS LEIS E POUCO AMOR…

Salve Deus!

 

Seta Branca desceu com seu imenso amor nos favorecendo o amor incondicional, porque os homens criam suas leis e morrem sem ao menos segui-las.

 

Uma coisa que me chamou a atenção nesta quarta-feira foi com respeito a fé, a nossa fé interior, fé em nós mesmos. Se tivermos fé do tamanho de um grão de mostarda poderemos curar qualquer coisa, basta acreditar em sua força e elevar seus pensamentos ao Cristo e proceder a cura, tanto dos necessitados como a sua própria.

 

Mas eu vejo uma multidão de pensamentos percorrendo o universo em busca de apoio para curar sem acreditar no seu potencial de pelo menos tentar. Tia Neiva contou uma história de dois curandeiros que moravam longe um do outro, que faziam milagres, mas não curavam a si mesmos. Um procurou o outro em busca de sua cura e quando os dois se encontraram um pediu ao outro para ser curado. Vejam que a fé que eles tinham não os curava por não acreditar que podiam se curar.

 

Assim quando Pai Seta Branca desceu ele deixou impregnado esta lição de amor e respeito. Muitos seguidores das Leis e pouco amor em suas mãos. Mãos curadoras, mãos divinas… Não é assim que se emite o canto do doutrinador, então porque deixar de acreditar que você pode fazer os milagres de sua missão.

 

Estive conversando com uma Preta Velha de Luz e ela me disse: “meu filho, você já foi um grande curador”. Isso em uma vida junto de Pai João de Angola que me ensinou a magia original. Sou do povo de angola, nasci com uma missão específica, desafiar a mim mesmo na minha crendice. Quando, então, deixarmos de buscar a luz onde não há luz, vamos compreender o que significa curar.

 

Quando eu falo buscar luz onde não há luz, quero dizer que, muitas vezes você ao pedir ajuda para outra pessoa, talvez aquela pessoa não esteja em condições de lhe ajudar, porque ela não tem bônus para lhe favorecer o que necessita naquele momento. Talvez ela esteja com seus problemas e ao formar a ligação pela vibração não vai chegar luz, mas outra energia. Tudo vai depender do estado de graça que a pessoa se encontra no momento do pedido.

 

Orai e Vigiai, disse Jesus, mas será que todos vivem no estado de oração. Os problemas da vida cotidiana derrama sobre as cabeças pensantes a deformação da mente, sim, será que todos estão em Deus, em estado de graça, ou estão perdidos em suas necessidades.

 

Pai Seta Branca está aqui em todos os trabalhos. Vemos sempre ele atendendo seus filhos, dando luz aos corações aflitos, deixando transparecer a sua natureza cósmica. Aqui onde o céu encosta sua franja na terra abençoando os corações aflitos pela grande procura pela paz celestial. Haverá necessidade de manter todos os dias um plantão aqui no templo, em sintonia, para alinhar com o mundo espiritual as fontes de energia. A grande realidade não pode confundir as cabeças que se perdem pela falta de amor.

 

Se as famílias se amam que se juntem para lutar pelas suas evoluções. Que ninguém percorra sozinho o seu destino cármico, porque todos são parte deste caminho. A doutrina do amanhecer é somente um foco de luz permanente sobre a terra para alicerçar a graduação que cada um obtém de sua verdade. Mas, que, porém, sem amor não chegará a lugar algum.

 

Não basta ser um seguidor ferrenho das leis e não traduzir os ensinamentos. Será que compreenderam a mensagem do criador. Será que ouviram o clamor dos espíritos. Será que escutaram a voz do sol interior. Que cada um pense e repense sua vida para que lá diante da transformação tenha pelo menos entendido a real situação do seu valor sentimental.

 

Somente o amor transforma, cria e multiplica. Sem amor não há vida.

 

Salve Deus!

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

02.08.2018

, , ,

Deixe uma resposta