MINISTRO RELATÃ…

Tia Neiva, fundadora do Vale do Amanhecer…

Salve Deus!

 

Quando nem esperamos vem uma benção que nos transforma.

 

Eu, depois de muitas lições, continuo aprendendo o real significado de nossas evoluções. Como desta missão que me trouxe a presença de um irmão de muito distante, lá de Pernambuco, para agradecer a nossa sintonia.

 

Vou relatar como ele veio para que todos saibam como agir em suas preces.

 

Chegou aqui nesta madrugada um MInistro que irradiava muita luz. Seu nome era Relatã, mas até então eu nem me liguei o porquê de sua presença. Ele veio e me abençoou, até aí tudo bem, mas tão logo vi no interior daquela luz um homem sorrindo. Era o representante do Ministro em terra. Ele pediu ao seu Ministro que o trouxesse aqui para conversar comigo. O Ministro era como um veículo de transporte, em sua energia protetora guardava aquele espírito transportado.

 

Eu até nem acreditei no momento, mas enfim, o mestre sorria de felicidade. Eu olhava para aquela força magnética acolhendo seu tutelado para que ele não se perdesse, ou fosse desviado do objetivo de estar aqui comigo. Fiquei feliz, sim, eu precisava desta benção. Tem horas que viajamos sozinhos por este mundo que não tem extensão, é um lugar que não tem paredes e nem cercas. Ali é muito fácil dar um passo errado e perder o resto de sua individualidade. Na terra, como encarnados, nós temos uma espécie de cerca invisível que nos protege de certas aproximações. Esta cerca tem nome e todos já ouviram falar sobre ela. Mas aqui no espiritual não existe esta proteção, é um campo aberto, e por isso nós temos a proteção dos nossos mentores.

 

Nesta viagem chegou outro jaguar que sempre procura me derrubar. Ele não sabe o mal que está fazendo pela sua evolução, porque não é isso que foi ensinado a ele neste amanhecer. Tão logo ele chegou com raiva, mas vendo o MInistro Relatã ali de honra e guarda, baixou sua mente para não vibrar, para se aquietar, recebendo uma forte energia que pode transformar seu coração e sua administração.

 

Ao chegar perto, ao invés dele me agredir, ele me abraçou, sim, a energia do bem transforma o mal. Eu até fiquei meio assustado porque foi uma mudança tão repentina, tão assim do nada, mas espero que na terra ele também mude sua consciência. Muitas vezes os espíritos irradiados pelo ódio cometem loucuras que mais tarde se arrependem, mas para não perder sua autoridade se mantém no pedestal da ignorância mediúnica.

 

Então, vejam, como foi o transporte de nosso irmão. Ele veio no invólucro do Ministro. Veio protegido pela energia. Ali eu via como se o Ministro fosse um instrumento de amor dando ao seu representante a condição de viajar. Ele estava dentro da energia dele, o MInistro estava sendo o invólucro sagrado, vamos assim dizer, ele era como uma centelha cósmica, uma nave que transportava um encarnado desencarnado. Desencarnado que falo aqui é o espírito fora de sua matéria física, quando sai de sua personalidade e entra na individualidade.

 

Foi muito bom, foi especial. Tem vez que a gente precisa de uma forcinha a mais nessa missão. E realmente, o que mais me apaixona é o conhecimento que ela nos oferece. Eu ainda continuo aprendendo. Muitos ficam somente nas leis físicas e não abraçam as leis espirituais, ficam resmungando seus atos por toda terra esquecendo que ao seu lado tem muita luz para lhe oferecer a sua realização. Enquanto ele ficar ali se torturando fisicamente está perdendo sua identidade como espírito.

 

Esqueçam um pouco da terra e se liguem em seus mentores. Peçam a oportunidade de serem os socorristas espirituais desta nova era e levem as suas mensagens além fronteira da vida e da morte. Não materializem seus espíritos, se liguem a Deus, a Jesus, a Seta Branca. Pois nesta terra não há muito tempo para se perder com as pequenas coisas, porque Deus é um poder infinito que nos abraça tentando nos ajudar.

 

Assim que terminou o tempo de sua permanência o Ministro o levou embora.

 

Salve Deus!

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

01.08.2018

, ,

Deixe uma resposta