INDUÇÃO CABALÍSTICA…

Salve Deus!

 

Quando dizemos indução cabalística é porque não consta dentro das leis do amanhecer algo específico, é algo extraordinário, algo que atinge as fronteiras da vida e da morte.

 

Eu estou com medo de tantas hipocrisias dentro da ordem. Estou ainda mais preocupado com as mudanças nas chaves e leis do amanhecer. Estou vendo que todos não estão seguindo o que Koatay 108 deixou registrado e estas mudanças estão afetando a cumplicidade de todos em não questionar a verdade.

 

Se nas emissões diz assim:

Meus filhos Jaguares:

“O mestre que alterar sua emissão, terá sobre si a responsabilidade de não ultrapassar o neutrôm e consequentemente não será ouvido e nem registrada pelos planos espirituais”.

Tia Neiva.

Agora, porque alterar ao bel prazer as emissões induzindo todo o povo a cair no precipício da ignorância.

 

Estão acrescentando na chamada mais coisas que estão fora da contagem, o que foi deixado pela nossa Mãe Clarividente. Estão sendo induzidos ao erro que drasticamente não vai chegar a lugar algum dentro desta comunicação interplanos.

 

Tenho observado a reação dos planos espirituais com tanta descrença que está havendo por parte dos filhos deste amanhecer. Descrença esta que chega a interferir no destino da vida pelos autores da imaculada seta apontada ao peito. Esta Seta é e será a sua dor quando for chegada a hora de fazer a reciclagem da grande fila que se dizem seres evoluídos.

 

Na última presença que o comandante desta nave desceu ele estava muito preocupado com o andamento desta missão. Seta Branca chegou com autoridade, mas ele ainda nos ama, por isso ele não chegou as medidas mais drásticas, porque não quer ver seus filhos sofrerem o desgaste da perda dos seus valores. Ele ainda é amor, mas está chegando o momento da lei, da razão.

 

Na terra os cegos estão caindo nos abismos da sua intelectualidade e pensando serem imortais estão avançando como lobos famintos em busca de mais vítimas.

 

Pensem bem, pensem o quanto sofremos para chegar neste estágio e por meras convicções perderemos a porta que nos elevou ao mestrado. A ignorância de um pode levar a morte de milhares.

Como se diz: Quer conhecer um homem, dê-lhe poder.

O poder de sentir-se acima do bem e do mal estrangula o oxigênio puro que faria a transição do espírito dentro de sua couraça. Não é sentir-se todo poderoso, mas é respeitar as ordens superiores.

 

Aqui, neste templo, quem comanda é Seta Branca. Quando ele vem ele pede para que sejam feitas as reparações necessárias, vejam bem, ele pede, não ordena. Quando isso acontece os grandes oráculos que são as forças mais contundentes deste amanhecer entram na vibração. Na mesma sintonia eles juntam as suas raízes e começam um desmembrar de dentro para fora e de fora para dentro. É diferente, é coisa de outro mundo, não pertence a esta terra.

 

Quando eu falo em força cabalística, porque é diferente, é algo extraordinário que não se mistura, não se mancha, não se altera. Quando abro o portal que está na camada invisível aos olhos físicos tudo acontece pela força de um poder imensurável. E nem por isso eu vou dizer que sou o doutor do conhecimento científico espiritual. Eu digo, tenho 40 anos de sacerdócio e tudo que conheço não chega a ponta da unha. Estamos nos evoluindo dia-a-dia, passo-a-passo, mas todo conhecimento ainda virá de forma a ilustrar a vida de cada jaguar.

 

A formação do homem luz deste amanhecer será baseado na simplicidade e não na vaidade ou obsessão de ter um poder que não lhe pertence. Quanto mais simples mais amor irá irradiar de dentro para fora. Nenhum poder será como do amor incondicional. Amor incondicional como de Seta Branca não existe, a não ser pelo Divino Mestre Jesus que amou mesmo diante da sua morte, perdoou.

 

Vejam bem: Pai Seta Branca não é juiz e nem carrasco. Ele é um espírito livre das amarras da terra. Não peçam justiça em seu nome, não lancem dúvidas quanto a sua presença e sua capacidade de mostrar a verdade. Quando ele aqui chega ele vem com sua lei escrita em sua aura. Não precisa dizer nada, basta compreender a sua natureza cósmica.

 

Quando somos vaidosos as feridas se abrem e expõem o nosso karma. Ali começa a encher de impregnação negativa e ela começa a sangrar. Os efeitos da cura não chegam a esta ferida enquanto o homem não baixar sua cabeça ao seu juramento transcendental. Não tem como exigir de Deus a sua cura carregando dentro de si a sua moléstia a amargura de viver acrisolado na sua dor.

 

Libertar-se da dívida por mais que ela seja ínfima requer uma assistência direta de outras forças além terra. E isso nós já temos, mas o que nos falta então. Falta consciência de que tudo que é bom nos liberta do mal.

 

Um homem só pode matar muitas vitimas pelo abuso de sua obsessão. Obsessão pode variar de mente para mente, principalmente sendo atuado por forças esparsas. Quando um homem se sentindo superior às próprias entidades ele cria um estado tenebroso em seu coração. Aí ele começa aos poucos e vai se infiltrando até que todos não vejam as artimanhas dos vales negros. Não pensem vocês que estamos seguros, estamos mais vulneráveis, estamos sendo atacados pelas forças negras. Elas atuam silenciosamente se articulando em um ou outro, mas sem ninguém notar, elas vão colocando as cartas no tabuleiro. Aí, não tem mais jeito, somente a morte libertará aquele indivíduo.

 

Pai Seta Branca ainda é amor incondicional, mas até ele pode cansar de tanta injúrias contra a espiritualidade.

 

Salve Deus!

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

23.07.2018

,

Deixe uma resposta