UM DOUTRINADOR E A DOUTRINA CRÍSTICA…

Salve Deus!

 

Não deixem de fazer as suas consagrações para não perderem suas evoluções.

 

Com a passagem deste espírito aqui no templo me foi possível compreender ainda mais esta missão de Seta Branca. Um doutrinador a beira do precipício. Um jaguar que assumiu sua missão e logo após abandonou tudo para viver esta terra. Por último, seu espírito já havia ido para leilão, ele correu e vestiu sua indumentária para ver se conseguia reverter a sua morte.

 

Os jaguares pensam que estando na doutrina estão salvos, ledo engano, porque se não tiver conduta, consciência do que está fazendo, não vai alcançar nada, somente um grande vazio no peito. Gritar aos quatro ventos a sua missão não quer dizer que assumiu por completo as diretrizes que governam este sacerdócio. Assim mais uma vez aprendemos a nos comportar diante da luta que enfrentamos todos os dias para nos firmar diante do aleda de forças que regem nossos caminhos.

 

A minha conversa com este espírito durou horas a fio, porque ele estava irredutível em cobrar a sua morte. Uma pessoa da terra o sentenciou à morte afastando da casa que ele estava trabalhando. Com somente a elevação de espadas ele não recebeu a graça de sua centúria e seu cavaleiro não lhe foi agraciado. Como ele mesmo reclamou que nem seu cavaleiro estava com ele, ele estava só.

 

A vingança sentimental dele em cima de quem lhe tirou a missão estava escurecendo ainda mais sua visão. Só via um grande abismo e estava na beira dele tentando se segurar para não cair. Este abismo é a escuridão da alma que perdida no seu estado emocional abalado desce para os purgatórios da morte.

 

A verdade dentro da razão que nossos mentores nos mostram é para que não sejamos pegos de surpresa nesta escola do amanhecer. A noite é muito inconstante e gera medo do desconhecido. Murmúrios em forma de ranger de dentes ecoam pela escuridão deixando em alerta nossas missões.

 

A doutrina crística é algo tão especial, ela não é comercial, ela é social, ela tem a mesma diretriz de Jesus quando na terra exemplificou a sua base nos compromissos de reaver a libertação dos espiritos materialistas. Jesus deixou um lindo sermão para que todos ouvissem pelos milênios afora até que sua volta fosse reprogramada.

 

Quanto ao doutrinador, foi muito difícil ele aceitar a sua recuperação, ele queria ficar ali incorporado, tinha medo de cair mais fundo, deu um trabalho danado para recompor sua mente. Ele somente aceitou ir quando Rainha de Sabá chegou para levá-lo embora. Isso depois de horas de doutrina dentro do amor incondicional e da razão.

 

Quando assumimos o compromisso desta nova era, dentro do amanhecer, é um lindo caminho de luzes que bailam ao nosso redor. Luzes infinitas que nos acolhem como velhos contemporâneos onde vidas se cruzam pelos destinos vividos. Ao sermos desta missão nós escolhemos a vida e não a morte, isso que faz a diferença, porque seremos eternos em dois planos.

 

Não deixem de fazer suas iniciações, elevações e centuria. Estes três passos são de muita importância para os mestres, é ali que se configura a sua maior dádiva, a sua evolução. Quando um mestre se afasta de sua obra o seu mentor também se afasta, porque uma entidade de luz não veio para brincar, ela veio com um compromisso crístico de ensinar a verdade.

 

Com muito ódio no seu coração ele queria vingança. Como ele chegou aqui vindo pela sintonia do espírito ele se projetou no aparelho e não queria mais sair. A missão dele era fazer um trabalho meticuloso na casa de Seta Branca, sem ninguém lhe ajudar, era isso que o libertaria de sua sentença. Mas mesmo assim eu lhe dei uma ajuda, porque sou responsável pela guarda da hierarquia desta casa.

 

As dores sentimentais dele estava escurecendo a sua existência. Tão logo cairia de vez para os mundos sem luz. Seria mais um sofredor enraizado pelo ódio e pela vingança. Mesmo sendo um doutrinador, mesmo sendo filho de Seta Branca, nós temos as nossas escolhas, então escolha bem, escolha a sua salvação. Ele escolheu este caminho, mas agora pela força de uma missão, ele foi retirado pela luz do povo de Sabá.

 

Nossa doutrina é especial, é diferente das demais, ela é a vida, ela é a elevação moral e social, ela não pode ser equiparada aos destinos materialistas. Jesus já demonstrou quando derrubou as bancas dentro da casa de seu Pai. Ali não era lugar para lidar com os vícios da terra.

 

É muito difícil depois de tudo acontecer querer mudar sua decisão. Escolha o melhor para você e sua família, escolha a luz e não as trevas de frio e solidão.

Pior ainda se um mestre tem hierarquia dentro deste comando maior, porque ele tem sua graduação e tem consciência de seus atos. Será mais cobrado pela sua responsabilidade. Não tem nada que alivie seu karma.

Salve Deus!

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

15.07.2018

,

Deixe uma resposta