TRIANGULAÇÃO MENTAL…

Salve Deus!

 

A nossa ferramenta mental é algo que ainda não foi pesquisada e nem descoberta a sua verdadeira utilidade.

 

Vejam, vou narrar fatos que eu vivencio dia e noite, porque somos instrumentos de um avanço científico espiritual. Nossas mentes foram bloqueadas pela incapacidade de refletir os nossos corações. Vamos falar da triangulação mental algo que muitos não sabem e nem se esforçam em estudar.

 

Hoje pela manhã eu recebi a presença de uma mortinha. Mortinha na nossa linguagem espiritual é o espírito recém desencarnado, que ainda traz em si os traços do ectoplasma humano. Ela chegou pelas nove horas da manhã, eu estava ainda deitado, pelo intenso frio, mas os espíritos não tem mais a sensação térmica do corpo físico. Eles podem sentir também frio, mas por outros motivos ligados ao seus caminhos.

 

Ela veio pela triangulação. Sim, ela desencarnou no Rio de Janeiro, era filha de Seta Branca, mas não encontrava um caminho para chegar até aqui, falar comigo. Nós, seres humanos, nos desligamos dos fatos que nos são aleatórios, mas os espíritos não. Eles têm a convicção de que um dia vão nos reencontrar. Foi assim que ela me encontrou aqui, pela sintonia de sua mãe e de sua filha. A mãe da desencarnada me encontrou e pedindo minha ajuda eu entrei em contato com a filha da desencarnada, assim se formou a triangulação mental.

 

Ela chegou aqui chorando de emoção por ter me encontrado. Eu fiquei comovido pela alegria, fiquei ouvindo sua mensagem.

_ Está tudo bem! Estou caminhando! Não desisti de minha evolução! Estou seguindo a minha consciência!

_ Salve Deus!

 

Foram momentos de uma transparência não habitual, porque geralmente os espíritos quando se desligam eles têm uma transformação diferente. Eles não seguem o roteiro jurado e procuram desafiar a sua verdadeira obra. Eu fiquei ouvindo e procurando conciliar este momento delicado.

 

Não vou falar em nomes, porque é muito difícil as pessoas entenderem a real sintonia do motivo que as faz chegar em seus destinos. Como deste momento em que foi preciso haver a difusão através da sintonia dos encarnados para que os desencarnados encontrem as respostas. Mas para quem de direito ler esta mensagem saberá no seu sol interior a verdadeira história que entrelaça os amigos.

 

Amigos é coisa rara ultimamente nesta terra. Não há mais convicção de uma história que se liga pelo magnético. Agora, mais do que nunca, está havendo conflitos que separam os caminhos. Cada qual segue a sua estrada e um dia lá na frente eles levantam suas cabeças e chegam a conclusão que tudo que fizeram separou os corações. Pode ser tarde para refazer, mas haverá uma nova chance de o espírito traçar uma nova rota.

 

Não deixem de fazer o que querem fazer. Visitem seus familiares, seus amigos, seus amores. Nossa vida na terra é cheia de turbulências e perigos desnecessários. É uma vida muito passageira, quando você olhar para seu relógio biológico no seu espelho verá que o tempo passou rapidinho e que já está chegando a hora de voltar para sua estrada.

 

Não deixem de se amar, sempre respeitando suas identidades, suas vidas materiais e espirituais. Unam as duas em uma só, sejam felizes, não corra demais contra o tempo, sejam amáveis e sinceros. Vamos abrir esta velha lata de sardinha e deixar entrar um pouco de esperança.

 

Depois da morte tem a vida eterna, mas para se chegar ao supremo tem que haver consciência.

 

Salve Deus!

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

15.06.2018

, , , , , ,

Deixe uma resposta