UM SONHO ADORMECIDO…

Salve Deus!

 

_ Sabe meu irmão:

Eu tinha um sonho que ficou adormecido por respeito a Clarividente Neiva e ao Pai Seta Branca. Agora que meu ministro retornou as suas origens, eu vou pedir a Seta Branca para reencarnar como politico. Eu sempre via este Vale do Amanhecer como uma grande casa assistencialista, dar oportunidade aos pobres, aos mendigos, aos necessitados. Mas isso jamais aconteceu em vida e eu guardei este sentimento no meu coração. Procurei e tentei mostrar um caminho, mas também fui incompreendido. Julgaram-me como doido só porque eu falava das coisas que eu via e sentia. Então me acovardei de querer mudar os pensamentos e aquietei no meu cantinho dando oportunidade de ajudar meus irmãos menos esclarecidos. Hoje eu vejo que esta atitude de não interferir no destino da missão me trouxe sérias consequências para meu eu interior. Estou sofrendo mais por não ter feito o que deveria ter sido feito do que eu fiz. Eu fiz muito, mas agora vejo que foi pouco, porque a bandeira está ainda a meio mastro. Errar faz parte da evolução, mesmo tendo grandes erros ou pequenos, é preciso para lapidar o espirito na sua trajetória. Quando eu assumi esta responsabilidade junto ao amanhecer foi com um propósito, mas ele me foi contestado para não envolver a politica com a apolítica. Adormeci meu sonho, mas foi até bom, porque agora com meu preparo posso atuar socialmente como politico para atender aos que perderam seus direitos. Eu vim pedir sua ajuda, porque te conheço, sei que está também em uma grande missão, reformular cada coração na sua habilidade emocional. Como transportador de almas eu preciso ir até a Seta Branca, porque devo respeito e honestidade para com ele. Não vou fugir as suas ordens, mas como sabe, depois de passar pelo sono cultural tudo muda. Eu quero que fique registrado no meu intimo este desejo, se for do meu merecimento voltar para a terra. Aqui estou trabalhando, mas na terra serei mais requisitado na minha área social. Tem como me ajudar, eu preciso coragem para mudar o que já foi mudado. Eu já fui um politico, mas sempre trabalhei pelo errado e agora quero voltar para fazer o certo. Meu sonho era ver esta doutrina socialmente ajudando ao povo de Seta Branca. Respeitei os desejos dos outros e desperdicei os meus sonhos. Que cada um que tem um sonho, não destrua seu direito, não se apague perante a sua evolução, pois cada um jurou o que iria fazer. Claro que respeitando os direitos dos outros e nunca se interferindo no dilema que cada um carrega em suas costas. O mundo poderá ser melhor se houver equilíbrio entre todos. Cada um na sua conquista sem matar os sonhos. Meus sonhos, eu reprimi por uma causa nobre, mas agora eu desejo voltar, eu preciso fazer o que não fiz e o que não consegui fazer. Vou ser o homem mais feliz deste mundo quando implantar meu sonho na terra!

_ Salve Deus!

 

Assim eu vi naquele homem um sonho florescendo de novo. Uma luz que brilhou em seu sol interior. Mas, e agora, como será esta transformação. Até porque podemos pedir tudo que queremos, mas somente merecendo teremos respostas e sucesso.

 

Olhei para este filho de Seta Branca e fiquei feliz, porque ele não se entregou sem lutar. Sua luta estava na sua missão, mas ele achou pouco o que fez e queria ir mais longe. Este sonho não acabado o fez repensar sua reencarnação. Agora voltar para ser diferente de todos nós, ser um politico, somente Deus para confirmar. O homem pede demais e se endivida também demais. Talvez com este Adjunto seja diferente. Agora mais consciente ele poderá ser muito útil na sua decisão. Quem sabe venha a ser um grande politico e melhore este sistema corrupto que estamos atravessando. Se ele tiver merecimento para reencarnar os anos aqui na terra estão passando rápido, talvez em 20 anos ou mais tenhamos respostas.

 

Como tudo muda nestes parâmetros espirituais nós também mudamos nossos trajetos. Tudo muda, até o bom se torna mal e o mal se torna bom. Por isso que Seta Branca tem uma paciência de Jó, ele houve os murmúrios que ecoam pelo universo. E ele atende a todos os pedidos, classifica e reclassifica, mas dentro de uma comparação, dentro do fiel da balança karmica.

 

Eu fiquei sem respostas. O jaguar tinha um sonho reprimido aqui na terra pela sua missão. Foi isso que me despertou a consciência, ele fez tudo certinho, seguindo as leis do amanhecer, mas isso não foi suficiente para agradar a si mesmo.

 

Nossa constituição espiritual (leis) de Seta Branca sofreu um embate muito maior que era previsto. Através de muitas alterações no seu texto e inclusão de novas emendas rasgou aqui na terra o valor de sua origem. No espaço não se alterou uma vírgula sequer, mas aqui na terra, Salve Deus.

 

Vejam bem, se o Ministro retorna para a sua origem, como disse Tia Neiva, como pode haver vinculo direto. Quando meu Adjunto desencarnou, uma semana após este fato, o Ministro Ypuena veio aqui no templo para se despedir de mim. Incorporado ele entregou ao Ministro Apurê o comando desta missão. Ele deve ter ido a cada adjunto rama e ter feito à mesma consideração. Os estatutos de cada templo não são a diretamente a Lei de Seta Branca, são a lei e diretrizes físicas e materiais. Agora a Lei pura não está nas mãos dos homens físicos.

 

É isso que ninguém compreende. Nossa constituição espiritual está registrada junto a Jesus. E todos sabem que estando com ele nada muda ou se altera. Alguém até hoje mudou um ponto ou uma vírgula das palavras do Mestre Jesus. Alguém teve este poder ou audácia de transgredir. Eu até agora não vi e nem presenciei.

 

Homens desta terra. Conheçam a si mesmos e não conquistem uma nova estrada sem sair da velha. Completem seus sonhos respeitando o solo que pisam. Vamos retornar para nossas origens ou vamos pedir mais uma oportunidade de voltar. Tudo isso não está ao alcance de nós materializados, mas em nossos espíritos. Somos livres para escolher o melhor caminho, mas ao retornar apagados das lembranças podemos nos perder de novo. Por isso o jaguar queria que viesse marcada em sua memória a lembrança do seu pedido, de sua nova missão. Mas não caberá a ele decidir e sim ao Pai Seta Branca.

 

Esta minha conversa foi mais para ouvir. Ouvir um irmão no seu desejo de retornar para tentar mudar um sonho reprimido que está machucando seu espirito. Vendo o pouco que fez em comparação ao que queria fazer o deixou amargurado. E ainda mudar o que não pode mudar. Ele contraiu uma divida comigo e talvez como politico possa intervir. Não sei até onde poderá chegar este fato, mas eu não posso tomar as dores e nem mudar o que está feito.

 

Cada qual tem a sua responsabilidade. Cada qual tem que lutar pelos seus direitos e merecimentos. Ninguém pode dizer a outro irmão sobre a sua dor, porque ninguém conhece cada coração. Muitas vezes o mestre diz: Há, eu sou muito bom, nunca fiz mal a ninguém. Eu agradeço a Deus que pelo menos isso ele tenha consciência, mas se olharmos lá atrás, nos passado, as coisas eram diferentes. Não havia amor e sim muita dor, ódio, mortes e dividas.

 

A doutrina está nos modelando, está nos transmutando, está abrindo nossos peitos fechados. Talvez nós sejamos melhores daqui para frente. Talvez em outra encarnação tenhamos mais consciência de quem somos o que faremos e o que mudaremos.

 

Pensei nisso e seja feliz!

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

11.06.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, , ,

Deixe uma resposta