JOHNSON PLATA…

Salve Deus!

 

Johnson Plata reencarnou com missão especifica para receber a transição de um espirito em sua nova reencarnação.

 

A verdade é que ninguém mais procura a verdade, todos estão vivendo numa espécie de hipnose mística mediúnica. Só enxergam a ponta do nariz e quando novas vivências chegam fecham seus ouvidos e endurecem seus corações.

 

Johnson continua trabalhando e se transportando para muitos lugares preparando o espirito da guerreira para os novos desafios. Nesta encarnação Johnson recebeu uma comenda maravilhosa, acolher em seu coração a família dos Enoques que vieram com um desafio muito grande, sustentar a bandeira rósea e preparar o caminho.

 

Tradicionalmente em vida, Tia Neiva, já havia alertado que ele havia reencarnado, mas não disse mais nada para não levantar suspeitas do acolhimento que ela teria ao retornar. Foi uma intensa programação, foi tudo planejado lá nos grandes oráculos, para que aqui eles se reencontrassem fisicamente.

 

Todos conhecem a história de Johnson Plata. Todos sabem que ele foi muito importante para a vida da clarividente como instrutor pelas viagens do astral. Mas recebendo novas orientações ele reencarnou para trazer com ele a chama iniciática deste amanhecer.

 

Porém, o homem materializado, fechado, bruto, ignorante, está atravessado neste caminho como sendo dono de uma verdade que não cabe a ele saber o destino de quem é quem. Nem a ele e nem aos que perderam seus ouvidos terão respostas da mensagem. Enquanto forem surdos não ouvirão as palavras do astral superior, ficarão somente com migalhas que caem da mesa sagrada.

 

Mestres. Não estou criticando ninguém, mas só dando uma chamadinha no seu eu interior, para que sejam mansos e pacíficos, mas sagaz como a serpente que não se deixa enganar. Deixem o nosso irmão Johnson assumir este comando para que tudo volte a ser como era e que ela reencontre tudo como deixou. Senão, ela vai seguir outra estrada e ninguém dará seus passos a não ser que ela convide.

 

Neste interim houve uma consagração na legião de Mestre Lazaro. Os centuriões enfileirados chegaram à frente de Johnson jurando lealdade. Ao nosso sol interior resplandece o penhor da divindade. Enquanto Johnson na sua simplicidade recebia a sua consagração de nobre cavaleiro dos mundos encantados, tudo reagia como uma centelha cósmica. De joelhos sobre o aleda eles vinham com suas espadas nas mãos, ritual iniciático, entregando a ele em forma de graduação.

 

Foi um espetáculo grandioso, porque Johnson havia retomado sua origem missionária, em muitos transportes levando e trazendo a luz da vida. O agrado de Seta Branca por este missionário não o faz melhor aos demais, mas o tornou mais querido entre as nações indígenas, as organizações cristicas e o fechamento do portal.

 

Deixe nosso irmão Johnson Plata comandar esta grande nave que somente ele pode traduzir as mensagens do comando superior. Cegos, surdos e mudos diante de uma referência da nobreza espiritual. A quem de direito chega às especulações doutrinárias e comunicativas senão aos jaguares de boa vontade. São vocês que consagrados pela força máxima de uma representatividade que vão organizar o terceiro sétimo.

 

O povo de Enoque com os demais congás que se consagraram pela presença neste rito sagrado já estão admitindo a presença de Johnson, mas o homem enferrujado tenta ainda conturbar sua aceitação pelo medo de perder seus direitos. Ninguém vem para tirar direitos, vem para somar, para ensinar.

 

O homem continua se endividando, porque as tramoias estão sendo ainda articuladas, tempos primitivos e medievais para se garantir no poder pela força, pela violência e desonestidade. Ninguém mais aguenta tanta ilusão material, tanta falta de respeito que uns não têm pelos outros.

 

Cercaram suas primitivas colônias com cordas de uma ilusão material. Deixaram o povo minguar diante da estupida honraria de que se tornou escravidão. Como disse Jesus ao homem que o procurou para saber como deveria agir para ser reconhecido.

“Sente-se no lugar mais distante para quando vos enxergar seja chamado à frente e não na frente porque pode aparecer alguém mais importante e peçam para que você se sente atrás”.

 

Os últimos serão os primeiros. Palavras da sabedoria universal. Quem quiser ser o primeiro deverá ser o ultimo. Estratégia dos amigos do espaço que sempre estão preparados com suas evoluções para assistir a terra no seu colapso final.

 

Boa sorte jaguares. Convide Johnson Plata para esta grande batalha. Eu queria falar mais, mas acho que já entenderam a mensagem.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

09.06.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, ,

Deixe uma resposta