SEMENTINHA DO MAL…

Salve Deus!

 

Muitas reclamações dos filhos de Seta Branca.

 

Será que ninguém está percebendo a grande jogada dos vales das sombras. Será que ficaram cegos e surdos de uma vez.  Vejam como se processa a infiltração da inteligência dos espíritos sombrios, cientistas sociólogos psico influenciáveis da mente humana.

 

Eles já não estão batendo de frente, eles descobriram um caminho mais simples, plantar a sementinha da vaidade em cada coração e deixar os infectados se destruírem por si mesmos.  Cada um que sobre o grau de sua preparação enche seu pensamentos de indiferenças e vai se afastando da verdade que é a humildade, amor e tolerância.

 

Não tem como retroceder, porque cada qual adquiriu a sua verdade verdadeira e sendo assim o caminho mais triste é deixá-lo cair no seu abismo. Fanaticamente ele aos poucos vai descobrindo os martírios de sua existência.

 

O homem se perde por si mesmo, nem precisa da ajuda de amigos ou inimigos, o seu próprio destino é o seu maior dilema, a sua maior dor, a sua batalha final. Porquanto ele vai se embrenhando neste caminho sem volta pensando estar certo de sua capacitação. Eu, ainda acho que, o erro não é do mestre e sim de quem o levou a sua consagração. Uma preparação dispensada de ferramentas necessárias à altura de uma evolução.

 

O maior exemplo deveria vir daqueles que deram os primeiros passos nesta porta estreita que agora ficou larga demais. Não há mais freios e nem retroceder, nem avançar carregando nas costas o amargo cálice. Quem tomar deste calice jamais se contaminará. Será! Eu vejo que mesmo tomando o vinho sagrado o desrespeito ainda tomada uma companhia desagradável.

 

Quando principalmente a energia entorna o caldo para os desavisados plantonistas. Porque ferir os sentimentos se tornando pedra. Até as pedras se reencontram algum dia. A velha sabedoria do mago que nos diz, por esta estrada descaminhei meu ser e por ela deverei retornar para apaziguar meus instintos. Nobreza.

 

Foi então que prevendo novas buscas entrei nesta casualidade da vaidade. A obsessão pelo poder branco e negro despertou em cada espírito uma distorção dos valores que é a integridade espiritual. Todos só sabem ferir os sentimentos do vizinho, do amigo e do inimigo. Quem quer subir na sua trajetória jamais deve ser pelas suposições das inverdades infernais.

 

Adjuntos são forças do bem acima do mal e não do mal acima do bem. Cada adjunto que representa seu ministro, vejam bem, representa um ministro, ele jamais deverá se sentir todo poderoso. Jamais deverá se entregar ao fanatismo de sua classificação. Seja do bem.

 

Não é um cargo que vai mudar sua situação kármica. Pense bem que você que veio para se evoluir e aqueles que estão ao seu lado são participantes da mesma história.

 

Boa sorte adjunto Koatay 108.

 

Salve Deus!

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

05.06.2018

 

, , , , ,

Deixe uma resposta