DEPOIS DE MORTO REAPARECE…

Salve Deus!

 

A vida após vida é uma caixinha de surpresa.

 

Os encarnados na terra tem uma oportunidade única de se evoluírem, mas preferem o egoísmo e a falta de honestidade para mostrar o que tem dentro do coração. Nunca diga que um irmão está errado, ou que ele falta com seus compromissos, porque há uma cobrança espiritual em cima desta menção que vai acelerar um processo doloroso.

 

Recebi a visita esta noite de um irmão desencarnado, um trino, que veio novamente em espirito reconhecer este templo o qual nunca pisou com seus pés quando em terra. Agora, depois de morto ele vem novamente, sim, ele já esteve transportado de seu físico em vida para conhecer aqui. Despois de desencarnado, ele reaparece com seu sorriso no rosto. Veio conhecer o que sua mãe ajudou a implantar nesta região sul do Brasil. Espiritualmente ele sabe do segredo que guardamos a sete chaves.

 

Ele sorria muito de felicidade, mas a vida é outra e são outros compromissos. Entrou no templo para ver a nossa dificuldade, mas é assim que nos trás a felicidade, o suor de nossos coletes na construção de uma história. Por mais que tenhamos dificuldades materiais, os nossos espíritos se contemplam quando erguemos uma pedra na parede.

 

Entrou em todos os recintos do templo, desde o castelo até a porta de saída. Eu fiquei ao seu lado mostrando a força de um povo jaguar. Vejam, quando um mestre faz algo em beneficio de sua casa nesta missão a sua energia fica impregnada ali como se fosse fósforo aceso. Eu via muitas chamas acesas em todos os lugares e cada uma delas tinha um nome. Tinha umas mais fortes e outras mais fracas, mas todas estavam impregnadas nas colunas desta casa.

 

Ficamos um bom tempo ali contemplando as assinaturas do livro de ouro, um lugar em que os espíritos deixam suas oferendas em agradecimento as suas evoluções. Este livro é uma deposito ou repositório das conquistas, milhares de oportunidades que já tivemos em mostrar o nosso coração. Nosso sentimento maior que nos resguarda das dores e dos conflitos. Acreditar na transição nos ensina o compromisso maior com a libertação. Para cada ciclo tem uma dor que pode ser contemplada com a conquista de uma nova era.

 

Não existe transposição de um ciclo para outro sem dor. Vejam bem, podemos mudar este principio, mas tem que ter conhecimento da verdade. Em toda a história humanitária sempre houve o rompimento do velho estágio para o novo e quando se quebra um circulo vital em que os seres humanos estão presos e acostumados. Há uma explosão de emoções. Cada qual entra por esta porta estreita e lá na frente quando tudo está se apertando ele quer largar e sair correndo, mas não dá, existe um começo e um fim. Se deixar no meio, vamos ficar sem a nossa história, ficar com o compromisso travado de novo. Teremos que voltar para terminar.

 

Quando meu irmão chegou ele sentiu o que temos aqui guardado. O valor de uma experiência milenar em transferência para este centro emissor. Os milhares de espíritos que tem chegado aqui de outras regiões nos dá a certeza que estamos seguindo a missão com muito amor. Vamos enriquecer esta história com outra história, a dos Reis Magos, quando foram em busca do menino, do messias. Todos querem conhecer onde o espirito ressurgiu das cinzas, a velha história da Fênix, que mais uma vez vai encantar os olhos com a sua sabedoria.

 

Nesta reunião ficou o nosso projeto sendo cogitado pelos espíritos. Eu sei que podíamos avançar os limites da nossa esfera mediúnica, mas para que iria servir se o homem acrisolado na inveja desfaz com suas injurias, calunias e desprezo. Como deste irmão que em vida desfez e agora quer fazer. Agora ele está vendo o que perdeu deixando de ajudar o que seus olhos cegos fisicamente não viram. Agora parece um pouco tarde para querer reparar.

 

Jaguares. Não fiquem pensando serem os donos da cocada só porque tem um posto maior que seu irmão. Quanto maior na sua conduta missionária, maior é a sua cobrança. Por isso a clarividente sempre me dizia, simplicidade meu filho. A simplicidade abre as portas do coração para os ensinamentos, sim, mestres, nos deixa mais abertos, mais espiritualizados.

 

Assim foi este nosso reencontro, mas os espíritos estão chegando com suas cargas karmicas para serem ajustadas. Sem abrir o véu que cobre suas fontes eles ainda vão ficar presos a si mesmos. Só existe um meio de abrir sua mente espiritual, com um trabalho regido por um médium passista. Um médium universal que lhe destrave seu coração e atinja sua mente com as mais puras energias celestiais. Eu estou preparando meu povo para esta transição. Com seus trabalhos no templo e suas ricas presenças nos rituais, eles e seus espíritos começam a se soltar um pouco mais de suas couraças. Temos que ter cautela neste momento, porque não podemos cair no mesmo erro de ontem, de fazer sem conter.

 

Por isso todos que trabalham comigo estão tendo esta rica oportunidade de conhecer o seu lado obscuro, os seus enigmas, as suas vidas. Estes poucos momentos de luz que posso impregnar em seus espíritos. Agora, quando surgir novamente o espirito da verdade, aí sim, será pelo fogo e não pela água. A marca será visível para quem receber o cálice da vida eterna.

 

Nosso irmão ficou visivelmente transformado com o que viu neste segredo da eternidade. Agora ele sabe o porquê das minhas palavras sendo lançadas ao vento. A inspiração abre o canal sensorial das emoções e das paixões. Tudo que aprendemos vem pela força das Aruanda, do vento, que enaltece nossos espíritos com as mensagens do astral superior.

 

Não entrem numa guerra sem ter certeza de que vão ganhar.

 

Assim que ele partiu retornei ao meu mundo físico.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

30.05.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, , , , , , ,

Deixe uma resposta