O BICHO TA PEGANDO…

Salve Deus!

 

Muitos transtornos espirituais estão acompanhando esta revolução material.

 

Esta é a hora do jaguar, do medianeiro, do espartano, da luta pela evolução. A hora de vibrar positivamente para não cair do seu padrão, porque as forças estão agindo em contrário a nossa luz e as trevas da ignorância estão alimentando a escassez do dialogo.

 

Ontem, em um trabalho especial, de atendimento, as forças reagiram em conformidade ao nosso comando. Eu fiquei preocupado, assustado, e muito apreensivo com o que está chegando. Forças esparsas, forças de um mundo atravessado pela dor, reflexo dos interesses alucinatórios que começam a atuar no sentido material e físico.

 

O manipular de nossa espada nunca será tão exigido nesta hora em que o céu baixa sua presença na terra. Os vales das incompreensões estão atuando com força total e entregando a sua correspondência diretamente em cima dos corações.

 

Levei um susto. Quando vovô Hindu realizou uma cirurgia espiritual logo a seguir Pai João de Enoque chegou. Manipulando a sua bondade o espirito chegou pelo chão do templo. Era uma massa negra, parecia com um cachorro preto, mas só via como se fosse uns dentes na frente. Ele saltou para o trono vermelho e dali para diante tivemos um trabalho para manipular este ser.

 

À noite eu subi e, meu Deus, como foi difícil. A energia estava desagregada e batia com força em nossas cabeças. Foi um trabalho muito pesado, porque todos estão sendo atingidos em suas vidas pela força de um vale negro. Temos que realizar muitos trabalhos cabalísticos nos templos, gerar energia positiva, gerar ectoplasma que atue na dissipação desta fenda aberta neste lado sombrio.

 

Quando eu subi, logo de imediato, à espiritualidade foi dando ordens e atribuindo o comando desta concentração. Não se podia perder tempo, o tempo lá estava escasso, tudo para que ninguém fira seus sentimentos. A atuação destes seres está sendo diretamente no plano físico, quebrando as barreiras do bom senso e atribuindo acidentes diretamente ligados aos encarnados.

 

Foi muito trabalho, isso eu posso dizer, como trabalhamos para nos proteger, proteger nossos queridos, nossos amados, nossas famílias. A vivência cristica tem nos alertado quanto à aproximação de um encontro com os encouraçados, espíritos sem amor e sem dó, eles só querem desordem para poder atuar na mente.

 

Aqui, eu estou sentindo a barreira sendo quebrada e ativando meus sentidos para que tudo se acalme. O reflexo desta onda negativa deverá ser transformado pelo silencio das mentes que se projetam nas preces e nos rituais desobsessivos. Desintegração. Não vejo um trabalho agora, neste momento, sendo executado em favor desta desordem. Pai João de Enoque veio nos proteger e mesmo assim eles ainda tentaram nos pegar.

 

O alicerce desta concentração atômica tem que atuar, tem que tocar a sirene, tem que chegar aos esforços de uma libertação. Neste momento haveria a necessidade de uma concentração máxima para impedir dos cavaleiros mercenários atuarem na crosta da terra. Cadê os responsáveis pela missão que cegos só veem a sua hierarquia. Não veem nada além do físico e não escutam as vozes clamando pela piedade.

 

Lá, no mundo espiritual, está também um reboliço difícil de entender. Forças se movimentando em direção à crosta, forças que nem eu sei o que sejam. Sozinho eu não consigo realizar a transformação, porque nem todos estão sintonizados. Estão dormindo ainda enquanto o circulo vital se fecha em cima dos leitos.

 

Se não houver uma reação logo todos vão sentir os efeitos desta batalha. Eu e os meus já estamos sentindo tudo isso em cima de nossas cabeças. Estamos tentando reverter este quadro e somente trabalhando é que vamos chegar ao reencontro de nossas naturezas. A variação temporal está esfriando a terra para que muitos destes espíritos cheguem à superfície. Vai ser uma guerra sem fim, pois as enfermidades começaram a chegar e enfraquecidos pela nevoa úmida serão presas fáceis.

 

Neste trabalho espiritual fora da crosta terrestre me mostrou tudo e mais um pouco. Pai Seta Branca está incessantemente vigilante para que ninguém desta tribo seja contaminado. Os efeitos na vida material comprovou este momento critico. Vamos observar o túnel do tempo e chegar ao óbvio, trabalhar muito, trabalhar com amor, para evitar este desagregar de forças vingativas.

 

_ Meu filho! Salve Deus! Eu não vou deixar acontecer nada para a minha família! É a minha família! Eu estou aqui!

Pai João de Enoque.

 

Senti o peso da responsabilidade de um Pai de amor e luz. Vamos nos unir jaguares, nem que seja em pensamento, nas preces, vamos pedir neste momento crucial que esta onda negativa se afaste da terra e de nós. Jaguares, não brinquem, não percam a fé, não desistam e não se ludibriem pelos olhos físicos. Vão para a casa de Seta Branca, façam seus registros em suas emissões, porque basta um piscar de olhos para perder a sua conquista.

 

Eu deixo registrado um esforço de um pequeno mestre, um irmão, um sofredor que aqui justifica seus ais. Pelo que meus olhos espirituais veem acontecendo, os olhos do espirito e não os da terra. Abram seus olhos para poderem enxergar as suas missões.

 

Que a verdade prevaleça.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

26.05.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, , , , , ,

Deixe uma resposta