CORAÇÃO DE PEDRA…

Salve Deus!

 

Gritos se ouviam, dor, desespero, sentimentos ruins invadiram minha alma.

 

Fui atrás e a mulher estava atolada nos prantos, seu amor havia sumido, ela estava entorpecida pelo ódio. Eu vi naquele sofrimento um arrependimento, porque a luz se apagou e os olhos de fecharam.

 

É assim que eu estou vendo este caminho missionário, os corações estão se transformando em pedra, encouraçados e mal amados. Olhando para o nagô de luz e amor, eu via no seu semblante a sua preocupação, pois ele não estava mais conseguindo alcançar aquele ser intimo, o seu tutelado.

 

A falta de amor nas entrelinhas da lei está multiplicando os escravos de uma idolatria em que se prega o paganismo cultural, pois oferendas são deixadas nas esquinas do destino sem ter o nome do autor. Dizem os cientistas desta nova era que só irá receber aquele que tiver de acordo com sua espiritualização. Quem tiver amor, muito amor, no coração irá receber os proventos do terceiro milênio.

 

Vamos assim observar, proventos, seria como cobertores para o intenso inverno que se abaterá sobre a terra dos homens encouraçados. Seria como uma rosa que se multiplica de mão em mão levando sua reparação, ou um pedaço de pão com peixe para saciar a fome, pois o vinho é saboreado como um suco qualquer.

 

Os nossos amados, as nossas luzes infinitas, eles só chegarão naquele que estiver imbuído do seu amor incondicional. Então, vamos assim dizer, seria como a reparação da cruz dentro da elipse. O calvário que ninguém quer percorrer, as formas de vida secundárias, sim, pois em todo o tempo existe a separação dos que amam e dos que odeiam.

 

Coração de pedra. Não tem como alguém penetrar e levar a sua mensagem. Nem a seta mais branca deste mundo pode penetrar nesta dimensão, pois a escuridão é total. Homens de pedra, sem sentimentos algum, impenetrável e consumidores das belas coisas, que sem água secam na beira do rio. Não podem tomar da água fluídica, pois suas bocas estão costuradas, seus ouvidos tapados e suas mentes blasfemam contra a inteligência divina, se colocando como melhores.

 

Quando um homem se torna mendigo na sua escalada universal é porque ele não aprendeu ou não compreendeu a si mesmo. Tornou-se um carrasco chicoteando o seu próprio corpo. Os maus feitos de uma obra sem precedentes na conquista de um plano invisível.

 

Para que estar à frente da batalha se não oferece o principio da fé. Nossa missão é espiritual e não material, mas tudo está se transformando em pedra, materialização dos desejos. Só faltando os espíritos se materializarem para não comprometer o tempo que corre sem justificar a sua presença.

 

Os espíritos têm me procurado para ter respostas de uma vida inteligente, fora dos padrões terrenos, mas que na sequencia de suas viagens eles se perdem na conformidade dos seus conflitos. Conformismo cristão é a derrota dos encarnados que se prenderam pela espiritualização. Então para que dividiram seus corações, porque dividiram suas personalidades na individualidade. Se não querem ouvir o céu, deixem suas conquistas e vão lutar pela vida material.

 

Ser um médium é ter um sonho de compreender o espirito. Ser um médium com um cargo maior de responsabilidade é estar convencido que Deus está junto. Agora, ser um médium sem convicção alguma é dar trela aos desmandos. Primeiramente somos uma tribo e nesta tribo não tem rei ou rainha, somos todos irmãos, e isso não conjuga com verbo algum. A lealdade que todos devem ter é com aquele que tudo pode. As leis físicas nos chamam pela razão, mas ela não pode administrar seu estagio principal, o seu karma. Este karma é exclusivo e individual, mas a guerra de interesses formam exércitos personificados e desamparados. Cada qual vai brigar pelo seu quinhão, deixando de assistir a cultura dos Santos e Anjos Espíritos.

 

A mulher enlameada me viu chegando e estendeu sua mão para que eu a tirasse daquele lugar. Pensei, olhei em volta, e uma voz discretamente disse: Não! Foi então que respeitando este pedido eu dei meia volta e voltei para a terra. Ela havia descumprido a sua lei matando a esperança do seu próprio eu interior. Nada restava a não ser pagar pelo seu erro.

 

O mestrado está formando seu novo continente e com isso novas aberturas serão propiciadas para os leigos navegarem. A terra há de consumir os corações de pedra.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

19.05.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, , , ,

Deixe uma resposta