DISCÍPULO…

Salve Deus!

 

Ser mestre ou ser discípulo.

 

Como vamos aprender não sendo discípulo. Como vamos saber sobre às novas manifestações sem tomar conhecimento da transição das forças. Uma força se modifica conforme seu padrão.

 

Eu sou discípulo de Seta Branca. Vejamos então, como ele nos ensina a verdadeira magia, original, não a encardida pelo tempo. Tudo que a Clarividente deixou é a magia original, a magia que se transforma, porque ela mesma se conduz ao seu estado emocional, que transmuta as almas, que entrelaça os pensamentos e distribuí do coração as mais puras mensagens.

 

Estávamos atendendo no templo quando Seta Branca veio nos ajudar. Havia uma manifestação de uma falange milenar na porta de nossa casa. Eles queriam bagunçar tudo, a falta de respeito, mas o chefe da falange estava com medo do nosso Pai. Ele veio ali para conversar comigo, porque Seta Branca confia no jaguar e sabe de sua missão.

 

Conforme eu ia doutrinando aquele sofredor o Pai ia me instruindo como agir. Deverá ser impossível dominar uma falange de exus sem sua ajuda. Ao descer ali no templo ele ficou a mercê da minha missão, mas os seus seguidores ficaram lá fora, esperando seu líder voltar. Sim, foi um momento crucial na vida de todos, pacientes e missionários. Mas teve a questão do respeito, algo que eles desconheciam e que prevalecia a força.

 

Quando Seta Branca me pediu um trabalho especial, um trabalho cabalístico de defumação, ele me instruiu mentalmente como seria feito este ritual. Assim conforme sua instrução foi realizado, pois havia necessidade de libertar aqueles espíritos e a energia que eles projetaram para o templo. Tudo isso jaguares foi uma preparação espiritual, eu recebia diretamente na minha mente, ele preparava o ambiente do templo para assegurar esta força das legiões.

 

Terminado o atendimento o trabalho foi realizado dentro da perfeição pedida por ele. A força, ou o grande poder de Simiromba se fez presente, foi tanta energia que naquele momento se propagou deixando os espíritos impregnados pelo amor que ele nos sustenta. Os espíritos foram sendo atingidos pela lança cristica, sim, quando menos eles esperavam recebiam uma violenta descarga magnética em forma de lança. Atingia seus corações e mostrava para eles que o Grande Orixá é um espirito soberano. Por isso o exu disse que ele temia este índio.

 

_ Temor não, meu irmão, respeito!

 

Assim, quando menos eles esperavam as forças os conduziram para fora do nosso sistema. Graças ao Cacique que manteve acesa a nossa chama da vida. Seta Branca tem trabalhado muito para assegurar a disciplina mediúnica de todos nós. O trabalho incessante nos libertará das dores. Uma dor com efeito físico não é tão grande quanto a uma dor espiritual.

 

Na terra a dor após tratamento médico some, mas a do espirito não, ela permanece mesmo recebendo o cálice da vida eterna. Ela só sumirá quando houver consciência de sua razão. Isso se chama consciência plena. Coisa que só vamos descobrir quando nossa mente se abrir para a verdade suprema.

 

Foi assim nosso dia de trabalho. Poucos, mas em sintonia valem por muitos. Eu respondo diretamente ao pai pela minha missão e conduzo elegantemente meus irmãos pela trilha da verdade. Não podemos mistificar a presença divina senão eles vão embora e nos deixam a mercê de nossas falhas.

 

O pai tem feito muito por esta região. O grande Oráculo migrou para cá e está dando assistência a um povo esquecido, mas que agora estão começando a receber o espirito da verdade. Eu só tenho a agradecer este comando ao verdadeiro responsável pela conquista.

 

A transição do velho mundo para um novo amanhecer. Espíritos milenares encarnados sem amor e sem conhecimento. Agora Seta Branca está esclarecendo e clareando todos estes corações.

 

O trabalho cabalístico que ele ensinou é magia original, natural, que deve ser confiada a poucos, porque poucos estarão aptos a traduzir este enredo. Assim como a Clarividente foi preparada por ele, ele está nos preparando para a nova era. Graças a Deus que ela voltou a sua maior concentração.

 

Como ensinar aos filhos se os ouvidos estão fechados pela dor terrestre. É aqui que está acontecendo o limiar da consciência astrofísica, é aqui que ele trouxe sua bandeira rósea e hasteou no mastro regido pela espiritualidade. Poucos entram no Grande Oráculo, poucos têm a chave que permite usar do conhecimento secreto. Se Seta Branca não ensinar, nada se faz e nada se revela.

 

Abram suas viseiras karmicas e deixem o sol entrar em seus corações e transmitam pelos seus pensamentos a verdadeira obra de uma luz extraterrestre.

 

Tudo isso daqui é uma força extracósmica. Eu sou somente discípulo.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

10.05.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, , ,

Deixe uma resposta