SENTADO EM CIMA DAS ARMAS…

Salve Deus!

 

 

Um contemporâneo das velhas conquistas e já cansado de ser inútil levanta-se do seu tumulo e vai para guerra.

 

Vejam como se forma o véu negro que cobre as faces do adormecidos homens em suas involuções. Não existe evolução sem conquista tanto no céu como na terra. A guerra muitas vezes é necessária para se chegar à paz, mas ela pode ser evitada quando se conhece a causa das tormentas.

 

Foi assim desde o principio da vida terrestre, porque as batalhas também se dão no céu para colocar ordem nos espíritos tiranos que sem amor lutam para desmoralizar o sistema. Se vocês vissem estas batalhas ficariam com muito medo, mas depois que tudo se acalma temos um período neutro de muita paz e tranquilidade. Os exércitos negros tem uma grande baixa e eles dão um tempo para recompor seus seguidores.

 

A terra ainda é um berço da multiplicação dos interesses pessoais, interesses de criar um poder paralelo que vai minando os interesses na multiplicação dos valores, quem tem, têm, e quem não tem quer tomar de quem tem. Isso é uma desconcientização social, porque sempre as pessoas querem vantagens sem merecê-las. O trabalho é para todos como um a ferramenta de evolução, não se pode obter sem que haja esforço.

 

Quando eu formei meu canto, aliás, quando ela abriu meu mundo, muita coisa foi descortinando. A minha cabeça já não é a mesma de dezenas de mil anos passados. Eu fico observando que todos tem dentro de si uma incógnita que se chama prepotência. Todos querem ser, mas ninguém não quer ser. As impurezas do nosso coração são como uma mesa farta para as loucuras da humanidade.

 

A consciência ainda não refletiu na sua integridade e integralidade moral, porque sempre existem vantagens a serem atribuídas ao seu desejo. Ninguém está a salvo de ser um instrumento de forças intuitivas que se refletem no comportamento. As mentes ainda estão fechadas e sofrem o desagregar das corrupções oriundas do karma cheio de conflitos.

 

Não sou a favor da guerra, mas sou a favor de uma boa luta, a luta pela verdade doa a quem doer. Mas prestem atenção que a terra sempre foi palco de acontecimentos que denegriram a imagem perante outros seres do espaço e outros planetas civilizados. Ninguém quer ouvir as vozes deste planeta, pois aqui é uma prisão sem chave.

 

Os divinos mestres intergalácticos iniciaram uma etapa de civilizar estes espíritos encarnados, deram a eles uma condição, mas nem todos entenderam a sublime mensagem. Ainda lutam entre si matando a esperança da transformação.

 

À noite eu sou convidado por muitos que se deslocam de suas vidas para fazer parte de um recomeço. Mas eu estou fazendo a minha parte, eu estou sempre na luta, não baixo minha espada nem um segundo qualquer, porque existem os plantonistas da destruição que se regozijam quando destroem um caminho.

 

Vejam que existe agora uma guerra santa, se posso dizer assim, onde cada uma puxa o cabo de guerra para seu lado. Quem tiver mais força animal vence. A guerra nunca deixou de existir, ela muda somente de interesse, a sua forma de atuar, de nome, mas sempre será uma guerra.

 

Quando você imite um pensamento está afrontando a inteligência anímica, porque o comandante desta corporação disse que deveriam ensinar aos homens a se libertarem dos seus pensamentos. Nossa mente é uma maquina de guerra, é um instrumento tanto infernal como celestial, tudo depende do motivo que a leva a funcionar. A curvatura de sua amplitude atravessa as barreiras do espaço espiritual e com isso agrega outras fontes de experiência. Se for para a guerra ela terá suprimentos para a morte, se for para a paz, ela terá energia para combater as inverdades.

 

Eu sou somente um pequeno mestre que busco na minha individualidade o conhecimento de que tudo que é bom me libertará do mal. Mas não fico sentado em cima do colete, eu vou à luta, não se pode abraçar o erro como sendo certo e nem tonar o certo errado.

 

Ainda estou caminhando, mas um dia eu chego lá, seu Deus assim quiser. Não sou melhor que ninguém, mas também não sou pior, somente um pouco mais curioso. Eu não fico perguntando, eu vou buscar.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

12.04.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, , ,

Deixe uma resposta