SEGUIDORES DE JESUS…

Salve Deus!

 

Um reencontro, um caminho, dois destinos.

 

Buscando sempre a verdade onde quer que ela esteja. Partimos deste principio cristão e orientados pela bussola do sol interior chegamos ao hemisfério da congregação espiritual, onde desvendamos os enigmas do mundo na sua particularidade. Falo por uma condição espiritual, porque somente os espíritos irão compreender certas coisas que acontecem fora da esfera politica de uma sociedade reprimida e deprimida.

 

Fui buscar um casal de espíritos que estavam esquecidos em seus mundos. O homem meio arredio, mas a moça foi mais consciente, soube me receber, e se dizendo seguidora de Jesus, deu as boas vindas. Como eles estavam parados em suas missões eu os convidei para descer até o templo. Tão logo eles ouviram o convite se prontificaram, mas só iriam se Jesus estivesse presente.

 

Foi o que fiz, disse que Jesus estava lá, pois somos também seus seguidores. Assim conversando descemos. O templo estava num vai e vem de espíritos, mestres e ninfas de jaguar trabalhando como nunca, dando toda assistência para àquelas pobres almas perdidas.

 

No caminho muitas perguntas, muita curiosidade. Eu os respondia na certeza que eles estavam reencontrando o caminho que tanto esperavam. O templo estava tomado de espíritos e os comandantes em sintonia trabalhavam com amor e respeito.

 

Chegamos. Entramos e tão logo eles já foram olhando em volta, para o solo, para o teto, enfim, era algo novo, algo que não tinham visto ainda. Foram percorrendo a via sagrada e tão logo chegaram a Jesus. Ajoelharam-se, os dois, e ali baixaram suas cabeças em respeito ao Mestre. Ficaram assim por um bom tempo e eu sentia as lagrimas do espirito transbordar de alegria. A imagem de Jesus brilhava como se dissesse: “Eu estou aqui meus filhos”. Era um brilho da simplicidade do Grande Mestre, o Cristo da nossa evolução.

 

Fiquei de honra e guarda ali perto do radar, e os espíritos na maior concentração, porque nesta segunda-feira passada, em um trabalho especial no templo físico houve uma desagregar de forças. Cacique Seta Branca formou uma poderosa barreira contra os pensamentos humanos. Sim, jaguares, a pior doença é o pensamento humano. Ele emite uma energia de baixa frequência e entope nossas auras com sedimentos que cada um carrega dentro de si.

“Deveriam ensinar aos homens a se libertarem dos seus pensamentos”. Seta Branca.

 

Com este ritual que ele promoveu diretamente na nossa assistência espiritual, afrouxou um pouco as rédeas do espirito. Agora eu já posso ir com mais segurança e formar meu canal sensorial resgatando os que se perderam pela sua própria incerteza.

 

Foi o que aconteceu com este casal. Eles viram que Jesus tinha virado moeda de troca e não aceitando esta oferenda a um deus pagão se afastaram da sua religião. Eles não se sentiam mais bem vendo esta pregação da cestinha passar de mãos em mãos, parecia que eram obrigados a pagar pelo ritual, pagar para ter Jesus.

 

Jesus, o nosso Jesus, ele foi o que mais contrariou os seres humanos nesta terra, porque ele mostrou a verdade. Ele não escondia os ensinamentos, ele falava com autoridade ao vento com voz de trovão. Ninguém queria abandonar a sua cultura medieval e perder o que já conquistara.

 

Tão logo, após as suas preces, eles se levantaram e fomos percorrendo o templo. O olhar era de felicidade, pois haviam encontrado outra forma de praticar o ritual oferecido a Jesus. Sem medo e com coragem de perguntar. Tudo agora havia sentido, porque os que acusavam estavam perdendo suas forças para a luz que irradiava daqui do templo.

 

Nós, aqui, principalmente deste templo do sul, passamos por provocações diretamente ligadas ao povo que habita estas paragens. Fomos acusados de tudo, fomos maltratados pelas vozes que se perderam nos destinos karmicos. Mas olhando para Jesus, Pai Seta Branca, eles nunca nos deixaram padecer pelos julgamentos.

 

Quando deste trabalho de segunda-feira, o Pai veio com seu exercito de Cavaleiros de Oxóssi mostrar a este povo que aqui existe uma legião a serviço do Mestre Lazaro. Quando ele abriu o canal espiritual à legião prontamente desceu e tomou conta de tudo. Com suas lanças e espadas eles cortavam o plano espiritual e demonstrando um poder formaram o escudo.

 

Seria como um defletor que não permite que outras sintonias penetrem no solo sagrado, no ritual, e nas mentes físicas. Era como uma cerca magnética, uma redoma, só entrava quem fosse convidado e tivesse a marca do Cristo em seu coração.

 

É muito bonito quando se eleva o pensamento na presença dos seres iluminados. Eles são poderosas presenças que emitem diretamente do céu para a terra. Quando forem participar dos seus trabalhos, de suas escalas, olhem por cima dos ombros, não olhem pela terra, porque naquele instante verão reflexos da presença do astral superior ali sem mistificação.

 

Tia dizia quando alguém duvidava dela: Meu filho tire uma foto dali, daquele lugar. Quando a foto era revelada vinha o susto da imagem refletida na película. Não é como hoje que inventam as fotos reproduzindo a mistificação. Ela orientava a direção e para quem via pela clarividência era fácil mostrar e esclarecer as dúvidas.

 

Vamos trabalhar mestres com muito mais amor que já temos. Não vamos ficar preocupados com o disque me disque, porque aquele que se prende pelas palavras impensadas pagará além de suas forças. Somente dos céus ouvireis, disse Seta Branca. Eu estou ouvindo e não reclamo das intervenções que sofremos na terra pela força do céu. Ser jaguar é ter certeza que está sendo ouvido, observado e acompanhado.

 

O casal deu uma volta pelo templo e agradecendo disseram que irão voltar. Saíram os dois de mãos dadas e sorriam como se tivessem se reencontrado com Deus, com Jesus. Apesar deles não conhecerem a história de Seta Branca, eles ouviram a história de Francisco de Assis. Empolgados subiram e sumiram no etérico.

 

Eu fiquei parado na porta observando e vendo que eles estavam felizes. O templo continuou sua missão de resgate. Muitos espíritos descendo para o vale, muitos trabalhos para fazer. Vamos aumentar paulatinamente nosso horário físico para receber muitas visitas. Eles virão de longe para trocar seus fardos pesados pelos temporais da vida material.

 

Boa sorte a todos!

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

10.04.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

,

Deixe uma resposta