MESTRE AJUDE-ME…

Salve Deus!

 

O templo em sua riqueza espiritual compõe e recompõe as vidas que se seguem. Umas mais vividas e ouras ainda a serem distribuídas.

 

Os trabalhos vão se alinhando conforma o comando de nossas mentes estimulado pelo coração. O vasto período seco que cada um passa é uma forma de adubar o seu chão, o seu destino abrindo como magica as fronteiras do além cosmo.

 

Os espíritos vão recebendo as suas perolas divinas e galgando outros patamares mais incríveis deste ciclo se transformam em magníficos cristais reluzentes. O amanhecer em sua simbólica missão de esclarecer eleva a moral e os costumes das velhas estradas conduzindo elegantemente o espirito na sua conquista.

 

Ontem, aconteceu um fenômeno na aula de centúria. Um homem, um encarnado transportado de seu físico veio rápido pedindo pelo amor de Deus que faça com que sua matéria volte a ter responsabilidade com sua missão. Um jaguar deste amanhecer, um espirito das longínquas histórias do Egito, dos faraós.

 

Eu até nem fico cobrando tanto a missão, porque cada qual tem sua disciplina e sabe que somente o trabalho espiritual liberta. Eu ensinei, eu orientei, eu mostrei a verdade. Por um segundo o espirito passou pela minha mente chegando até a mudar a frequência da aula.

 

Quando os missionários estão nesta missão eles entram em uma frequência que altera o padrão físico. É diferente, é mais ciência, é mais pureza. Quando conquistamos nosso aledá ficamos em um nível superior que transita pelas casas do astral. Em cada cabeça se forma uma antena que recebendo e emitindo vai desenrolando a sua própria evolução.

 

Foi assim, eu estava com minha antena ligada para poder transmitir a aula. O instrutor que se alia a sua bagagem transcendental tem maior facilidade de desenrolar os segredos que cercam as personalidades. A formação do circulo esotérico transforma as vidas que seguem o roteiro.

 

Mas em questão de amor ou da razão, como podemos mostrar aquele espirito que ele é que tem que sacudir sua matéria para poder acorda-la. Muitos jaguares falam sem conhecer a verdade, falam que isso é aquilo que aquilo é isso, mas não enfrentam a sua realidade karmica, se escondem atrás da couraça e deixam o barco afundar.

 

Eu até levei um susto, foi inesperado, foi desesperador. Quando estamos em sintonia para algum trabalho, seja ele atendimento no templo, seja ele em outra função, nós nos ligamos a base solida respeitando os enigmas do espirito. A maior distração do encarnado é estagnar sua mediunidade, é ficar esperando que Deus lhe conceda a sua graça, mas não vai buscar. Por isso Pai Seta Branca trouxe este exemplo de amor e compreensão, esta missão, para que cada um acordasse sua memória e fosse reorganizar seu mundo.

 

É muito fácil deixar se acomodar, basta ter preguiça. É muito fácil perder a sua linha, basta ignorar os convites. Quando se perde o fio que guia pelo labirinto o espirito fica conturbado, ele perde sua função, ele vai apagando aos poucos até que não tenha mais lenha para queimar. Aí, meus mestres, é mais fácil a morte chegar que a vida desenrolar.

 

Cada qual teve sua direção, mas que não esqueçam jamais que a vida é uma pena a ser cumprida, pelo amor ou pela dor. Quando um espirito encarnado se desloca pedindo ajuda é porque ele sabe que terá complicações em sua morada. Nós sabemos com certeza o que os espera na curva do destino.

 

Eu já falei muitas vezes e ele não se acordou, então que seja feia a sua vontade e não a minha. A falta de bônus, do merecido caminho das perolas divinas, irá transformar a vida de todos. A sua família deixará de receber os fluidos e alguém vai chorar eternamente a sua irresponsabilidade.

 

Não digo isso para colocar medo, mas como verdade dos fatos e dos acontecimentos. Faça do seu sacerdócio o seu roteiro de vida não esquecendo a sua família que precisa desta verdade para não sofrer as amarguras do karma.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

25.03.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, , ,

Deixe uma resposta