QUEM SOMOS NÓS…

Salve Deus!

 

Às vezes nos perguntamos se estamos no caminho certo e se existe algo a mais que possa nos evoluir.

 

As cartas magnas da supremacia espiritual são escritas delicadas que não se misturam, são origens diferentes, mas estão no mesmo acervo. Por isso que a mente humana se voltou para a terra, para adequar sua trajetória em busca dos menos esclarecidos.

 

Assim como o céu procura os atrasados seres, a terra faz a mesma coisa, ela está buscando os que se perderam pela injustiça. Neste caminho existem muitas dificuldades, divergências e desonestidade pela estrutura do egoísmo fanático da morte, sim, todos só pensam em destruir seus inimigos. A compaixão só existe quando os mesmos estão na mesma linha, na mesma condição e sem perder o sentido figurativo do amor.

 

Veja a espiritualidade, nossos mentores espirituais, eles voltaram como seres luminosos para atuar dentro de cada mente, de cada coração, porque somos remanescentes deste cenário, desta composição surreal. Eles não podem seguir suas origens deixando seus remanescentes perdidos, esquecidos e desprotegidos. Então nossos mentores são nossos amores, são as nossas origens em forma de uma luta constante para nos evoluir.

 

Em cada laço de afinidade tem a luz e tem as trevas. Em cada família tem os bons e os maus, mas nem por isso deixamos de ser atendidos pela força de uma compaixão. Como existe Deus existe o diabo. Existem estas figuras que se tornaram crendice popular no sistema religioso para amedrontar os seres humanos.

 

Vamos assim definir as ordens diretas. Um mentor de luz que está sentado à direita de Jesus tem no mesmo caminho seu irmão que está sentado ao lado esquerdo do anticristo, são da mesma origem, mas estão em situação diferente. Agora me defina direita e esquerda, como você saberá em qual lado pode estar à verdade.

 

Este mentor de luz está lutando para evoluir seu irmão menos esclarecido. A ousadia dele na sua presença deforma as mentes que se prendem pela inteligência. A maior força está no destino que se transforma em luta, uma luta para salvar e não deixar escurecer mais ainda o espirito.

 

Muitos se esqueceram de olhar para o céu, voltaram suas cabeças para baixo e estão perdendo as grandes estrelas que cruzam o espaço de uma dimensão para outra. As energias se prenderam na aura, estão rasgando as almas enfraquecidas. Se pensarmos no que aconteceu veremos que somos nós que nos desviamos da meta.

 

Quando o amor não muda o destino à dor faz seu papel. Quando um mentor vê que seu tutelado não segue sua orientação, ele o larga para que seus inimigos o façam acreditar. O principio da solução de todos os problemas é mudar sua mente atrofiada pela libertação do eu sofredor.

 

Em nosso destino evolutivo temos os menos esclarecidos que promovem a desordem da nossa condição social. Pensamos em estar na mesma linha, mas os caminhos podem ser diferentes. Não podemos compactuar com os desvios de conduta, a conta não fecha nesta balança. A maior prestação de contas é o que cada um levará em seu sol interior e não as que foram doadas. A quem pertencemos, a luz ou as trevas.

 

Tudo, meus irmãos, tudo é uma condição que nos foi imposta neste circulo vital. Somos pedrinhas de um tabuleiro sendo movido pela mente perspicaz. A luz não interfere, mas a escuridão influencia. A maior dor de um espirito é quando ele vê a sua matéria cometendo os mesmos desatinos de outras encarnações.

 

Homens desta tribo que se prenderam pelo poder dos remanescentes de outrora. Vocês estão sendo as suas próprias vitimas de hoje nas suas afirmações. Baixem um pouco suas espadas para deixar o Espirito Santo crescer em seu eu interior.

 

Assim como tem a luz, tem as trevas. Assim como tem o bom, tem o mal. São duas forças paralelas em movimento constante. Um mentor de luz tem um irmão sem luz. Ninguém foi e nunca será obrigado a seguir um destino pela força, mas por sua proporia escolha.

 

O amanhecer do jaguar pode ser o entardecer de sua conquista. Não vibrem, não lutem uns contra os outros, não formem suas barreiras tornando mais doloroso o destino. Lá na frente haverá a redistribuição da missão, direita e esquerda, vamos ver quem seguirá por sua própria conta.

 

Aqui no amanhecer temos as mais diversas origens de povos se reencontrando. Gregos, troianos, espartanos, romanos, egípcios, mongóis, vikings, ciganos, enfim, todos estão aqui desfilando sob uma única bandeira. Mas a quem pertence este caminho a não ser a nós mesmos.

 

O destino completa mais uma missão de formar as opiniões que cada pessoa traduz dentro do seu coração. Não precisamos nos amar falsamente, mas respeitar cada um em sua individualidade.

 

Vocês devem saber quem é a luz e quem é as trevas. Muitas vezes as trevas se fazem de luz para enganar e surrupiar sua bondade. Assim como o espirito Sete Flechas tem seu irmão de luz, mas o egoísmo os separou. Este ser de luz tenta de todas as formas traze-lo para junto de sua luz. E a única luz é Jesus.

 

A única luz deste universo se chama Jesus. Quem está com ele está amparado.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

13.03.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, , , , , ,

Deixe uma resposta