AS TRÊS RAÍZES…

Salve Deus!

 

Os espíritos estão se tornando arredios a ponto de quererem se matar.

 

Em uma etapa eu cheguei a uma situação difícil de estabelecer a paz entre um grupo de espíritos que se diziam conhecedores da verdade. Para eles a dita verdade era o que cada um criou dentro de si mesmo, então cada um dizia o que compreendia e não respeitava a opinião do outro. Foi uma confusão generalizada, porque se estabeleceu o culto do raciocínio pagão, seres humanos distorcidos pela escuridão de suas almas tentando pregar os cravos na cruz de seus oponentes.

 

Muito difícil quando todos se acham dentro da razão e passam a criticar uns aos outros. Este tipo de situação resultará em mortes na terra, porque os espíritos não se consolidam na sua humildade, tolerância e amor.

 

Por falar em humildade, tolerância e amor, depois desta viagem ao desconhecido coração que o semblante esconde, eu e minha ninfa subimos para uma grande missão. Seta Branca nos chamou para recebermos uma consagração. Dentro do Oráculo de Simiromba as forças reagiam em conformidade ao nosso merecimento, e ali, naquele instante houve a leitura das vozes do céu. Recebi a entrega das três bandeiras que regem nossa conduta moral, espiritual e social. As três raízes do amanhecer: Humildade, tolerância e amor.

 

Minha ninfa especial foi testemunha desta consagração, porque Seta Branca entregou em suas mãos a diplomação e ela me conferiu a guarda desta lei. Como sempre dizemos, mestres ensinando a mestres. Não há consagração na terra sem que no céu esteja registrada. Tudo começa no céu e desce aos poucos para a terra.

 

Muitos missionários brigam pelo poder terreno e esquecem de que existe uma ordem decrescente, uma lei que resume toda nossa hierarquia. Uns forçam este lado físico material a aceitar uma consagração sem ter o merecimento espiritual para isso. Outros que tem o merecimento são afastados pela ordem que desconhece o principio criador deste amanhecer.

 

Existe o céu e a terra. Se na terra fazem as coisas sem consultar o céu, algo está em desequilíbrio, pois a balança está em desacordo com seu próprio peso. Isso trará consequências desastrosas para cada individuo que empunhou uma espada maior que sua condição de suportar.

 

Quando eu recebi das mãos de minha ninfa esta diplomação de Seta Branca foi como se algo tornasse sutil ainda mais a minha visão dos fatos. Eu não pedi, eu não fui atrás, eu respeito principalmente quem é a maior hierarquia desta missão, nosso Pai.

 

É isso que muitos esqueceram dentro desta cultura, da imagem de nosso Pai, das verdades escondidas sob o manto da prudência. Fazem sem conhecer quem é quem, entregam os poderes sem saber a condição de quem vai receber. Consagrar fisicamente é fácil, mas e espiritualmente como fica esta contagem. Por isso temos que despertar o nosso coração para que não sejamos instrumentos das inverdades, das falcatruas materialistas.

 

_ Acabo de receber de Deus Pai Todo Poderoso, na minha legião, o titulo de mestre instrutor universal das três raízes deste amanhecer: Humildade, tolerância e amor!

 

Sabem o que é ser um instrutor universal? Não é qualquer coisa não, é ser exemplo de honestidade, de respeito e coragem. Esta promessa não fica somente em terra, mas ela reage diferentemente no céu conforme cada conduta.

O principio criador de todas as coisas é um ser espiritual e não material.

 

Ao refletir os ensinamentos da movimentação das forças eu vejo que nada mudou ainda na missão do povo jaguar. As distorções aumentam a imprudência, e cada um sentindo-se dono de sua verdade começa a maltratar seu amigo e companheiro de estrada. Os velhos contemporâneos se dispersam nesta encruzilhada do destino e seguindo outros roteiros buscam em outra origem o que não encontraram aqui.

 

A emancipação do homem dentro desta escala de ambição o tornou uma espada manchada de vermelho. Voltamos então às dores do passado que sem cura destrói por dentro o coração nativo, mesmo sendo iniciático, ele sofre os remorsos de suas juras transcendentais.

 

A quem queremos enganar, aos homens da terra ou a Deus.

 

Sem ter merecimento para uma consagração a fabricamos na condição material física. Vejam que a clarividente tinha muito respeito pelas ordens divinas, ela não entregava uma oferenda sem ter plena consciência de sua ordem que era Seta Branca. Cada consagração recebida estava primeira registrada no Oráculo e depois ela abria para na terra serem feitos os ajustes necessários.

 

Alguém consultou nosso mentor responsável pela missão para entregar os poderes de Koatay 108?

 

Muitos são somente consagrados em terra em que o céu teve que aceitar para que ele não sofresse a sua derrota. Mas está com a sua carta marcada, sim, são consagrações projetadas e não referendadas. Prestem atenção em Seta Branca e não ouçam o que a terra muitas vezes o obriga a aceitar. Tia já dizia que era melhor ouvir o que os espíritos diziam ao que a terra mostrava. Foram muitas dores para a aceitação destas ordens do céu. Ela também sofreu muito para formar e criar o pedestal básico desta corporação.

 

Não ignorem as leis do amanhecer. Não ignorem os merecimentos que cada um constrói em sua vida. Sejam humildes, tolerantes e preguem o amor do Cristo curador.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

26.02.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta