CAIXA PRETA

Salve Deus!

 

No silencio da madrugada se revelam as piores coisas dos mundos negros.

 

Vamos ter noticias desagradável com relação à abertura de uma caixa preta. Ela irá confirmar os valores da desmoralização das instituições, de uma instituição, que por fim é o direito da vida de um país.

 

Ao penetrar nesta dimensão negra onde tudo está lacrado pelos favores, favorecimentos direcionados a um escalão, aquela caixa não trazia boas coisas, era um poder escravizado, um poder de interesses pessoais que foi sendo cultivada há muitos anos. Com a abertura dela o que estava escondido vai ser levantando e a luz irá fazer a escrita transparecer sobre o pergaminho.

 

Muitos que ali colocaram seus direitos, seus pertences, suas consequências serão desmascarados. Haverá decisões para se esconder, haverá reprimendas, acuação, violência e ameaças. Eu fiquei observando aquela movimentação dos patrulheiros da verdade que conseguiram descobrir onde ela estava enterrada. O coração é o tumulo de muitos desejos, porque serve somente ao grupo obstinado ao poder.

 

Uma pequena grande caixa. Por fora pequena, mas por dentro os milhares de serviços prestados na calada da noite que macularam a verdade, deixando as inverdades ser consumidas pelo fogo do destino, onde o bandido se torna mocinho e o mocinho sacrificado no muro das lamentações.

 

Eu levei até um susto vendo as prerrogativas de pessoas influentes matando a esperança de um país livre. Livre das dores, das revoltas e das contestações.

_ O povo não precisa saber!

Disse um senhor de preto.

_ Porque eles não ligam, eles são peças de uma emenda.

Eu olhei para ele e no destaque da escuridão era notável em sua ideologia perspicaz de homem aprofundado em suas demagogias.

 

Quando Tia Neiva nos disse: Somos Apolíticos, ela não quis dizer que não devemos conhecer, mas não participar destas demandas, porque o jaguar não tem sua cultura presa ao capricho de sua necessidade, ele jamais deveria entrar em uma demanda, pois não iria ganhar nunca.

 

Os sistemas da terra, principalmente do Brasil estão em colapso, estão derretendo em suas colunas vertiginosamente inclinadas para um lado, um padrão. O povo é o mais sacrificado nesta realidade e por mais que ele lute nada lhe será concedido, é o que estava escondido nesta caixa preta, às inverdades que foram ocultadas da nação.

 

Os patrulheiros da verdade conseguiram quebrar o segredo e o lacre foi aberto. Aquela caixa vomitou para fora tudo que estava a sete chaves. Podridão, uma coisa fétida, uma coisa demoníaca. Vejam bem que as coisas estão mudando de rumo, de sentido, e agora as influencias negras estarão mais que contundentes para colocar pressão nas cabeças dos senhores que se intitularam donos da verdade.

 

Não podemos mais suportar tanta falta de honestidade onde os interesses passam a ser somente de um grupo.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

12.02.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, , ,

Deixe uma resposta