SEU TRANCA RUA – Parte 89

 

Salve Deus!

 

Os pensamentos se escondem em uma nebulosa artificial.

 

O primeiro impacto é receber a energia contraria a energia da traição. Depois a gente vai abrindo aquela camada escura até chegar ao conteúdo principal, o emissor. Ao abrir este invólucro pesado pela atmosfera mental vemos o quadro narrativo da esquizofrenia se irradiando pelos tecidos e fazendo estragos inimagináveis.

 

Ontem, a energia chegou de tarde. A nebulosa me irradiou e aos poucos foi deixando uma impressão negativa. Eu sabia que estava acontecendo uma traição, mas não sabia naquele instante de quem estava vindo. Fiz minhas preces, porque o espirito queria sair muito rápido para resolver esta questão. Dava muito impulso no plexo me deixando em suspense. Ao sair, já do outro lado, fui atrás daquela emanação. Toda pessoa que entra pelo caminho do ódio, da inveja, da traição, deixa um longo rastro por onde passa. É fácil descobrir, porque o caminho fica pesado e cheio de superstições.

 

Chegando ao fim deste túnel escuro lá estava o autor. Um homem dividido entre suas escolhas, uma pela tirania e outra pela consequência de seus atos. A nebulosa foi se desfazendo e frente a frente ele levou um susto. Ele não esperava a minha presença, mas o que me deixou mais preocupado é que ele faz as suas coisas sem pensar no amanhã. O amanhã é sempre o que ele quer e o que necessita não importando aos demais o que eles sentem.

 

Como está ficando deformado este espirito encarnado. Parece um fantasma preso a sua couraça. Um homem solitário em seu destino de sofredor. Nada de luz, somente trevas em seu coração. Foi assim que eu recebi seu recado, o recado da morte, da ilusão, da desfiguração.

 

Assim se transforma um ser humano em um sofredor milenar, onde terá mil noites para desafiar seus instintos até que um dia ele tenha consciência. Nós temos o livre arbitro para evoluir ou involuir. A questão está em jogo o direito sem direito, porque nesta contrapartida temos desafios seculares em memoria astral. Quem ganhou e quem perdeu. A réplica dos confusos direitos da conquista.

 

Eu observo muito a formação do eu interior, porque neste processo está amarrado o nosso conformismo ou inconformismo. A vida não impera sobre as decisões que se toma, mas depois choram a morte do autor, porque eram para saciar a fome e sede, mas não, o sangue mais uma vez derramado no contexto da história.

 

Quando eu me deparei com este espirito ele estava tragado pela nuvem cinza e articulando seus desafetos contra mim. Voltando ao império romano, ele foi um politico e governador influente, um braço direito de Tibério. Ali se misturava religião com politica, coisa que não se deve. Como o lavar das mãos entregando a reponsabilidade a quem não tinha: o povo que era contra Jesus. O julgamento então se confirmou e a sentença executada.

 

Ao estar frente a frente com este espirito transportado do seu físico ele me viu e desafiando os grandes oráculos ele não tinha noção em que estava mexendo. As leis divinas são o controle e testemunha dos desafetos que são promovidos além karma. O templo em si é um forte armado que combate às investidas dos vales negros sobre a terra. Quem entra por este caminho das tempestades não volta mais para a verdade.

 

Nós temos uma missão aqui, resgatar os filhos de Seta Branca que se perderam pelos destinos. O sofrimento destes espíritos está além da história da humanidade, os filhos rebeldes que nunca viram a luz resplandecer sobre suas cabeças. O templo está vazio fisicamente, mas a dor será tanta que não haverá tempo de refletir quem é quem. Estão se deslocando em espirito para poderem chegar a sua casa, a casa de Seta Branca.

 

Apliquei um passe espiritual naquele homem perdido em sua impregnação negativa. Ao receber esta força magnética, como um choque elétrico, ele abriu seus olhos e viu que a realidade é justamente outra. Aquilo tudo se desfez naquele exato momento e a vibração negativa se desintegrou.

 

A melhor coisa para mudar um ambiente espiritual é falando a verdade. Não é escondendo de todos a sua realidade. Muitos já estão preparados para ouvir, outros ainda vão chegar, mas se não falar ninguém saberá suas intenções.

 

Na cabala se pergunta: Quais são as vossas intenções.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

02.02.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, , ,

Deixe uma resposta