VIEMOS TE MATAR

Salve Deus!

 

Os espíritos não sabem a grande dor que é a morte, pois se tivessem compreensão não fariam o que querem fazer.

 

Chegaram, aqui esta noite, dois espíritos encouraçados. Para eles matar é uma questão de honra e não de amor e perdão. Não foi esta missão que Jesus ensinou, porque o que importa é o poder que eles pensam ter, o poder da morte.

 

Eles atuaram diretamente no meu centro nervoso, sim, atingindo meu plexo físico eles formaram um desagregar de energia que subiu rapidamente para o cérebro dando suspense e ausência temporária do espírito. Não era que estava me deslocando, eram eles que estavam forçando o deslocamento, a separação, o desencarne.

 

Por duas vezes me senti morto, mas o espírito não quebrou as argolas, ele ficou suspenso pela missão, pelo karma. Chamamos de embolia espiritual, é quando o espírito vingativo toma seus reflexos físicos e com violência fica entre o físico e o espírito, não permitindo que ele volte.

 

Podemos evitar o desencarne prematuro com a compreensão do seu mundo. A força destes mundos se empenha na transferência de valores remediados para padronizar as encarnações, mas estamos sujeitos às intempéries de outros destinos que não são nossos, mas acumulamos na nossa trajetória.

 

_ Viemos te matar! Vamos te matar!

_ Salve Deus! Quem vocês pensam que são!

_ Somos deuses! Somos poderosos! Temos força!

_ Salve Deus! Aqui sou eu quem manda e vocês não foram convidados a entrar! Queiram se retirar daqui! Respeitem a minha origem, a minha missão, a minha caminhada! Vocês não me conhecem e nem a minha história!

_ Sabemos que você quer nos destronar, quer tirar nosso merecimento, nossas conquistas! Por isso vamos te matar antes que consiga fazer isso!

_ O que é meu é meu, o que é de vocês é de vocês! Vão em paz, vão com Jesus e que Seta Branca nosso pai ilumine vossas consciências!

 

Dizendo isso eles acertaram seus passos e foram saindo de perto de mim. Quando eles saíram eu pude me deslocar do físico e vi quando os dois, de costas, iam rapidamente para seus destinos. Eles estavam com muita pressa, não conseguiram seus intentos e sumiram. Eu fiquei pensando o que queriam estes dois homens, estas duas criaturas, porque eles estavam dispostos a matar mesmo. Pelo rastro ectoplasmático dava para ter uma noção, eram almas vitimas de suas derrotas.

 

Invoquei a força do Simiromba de Deus para resguardar minha família, meu lar e minha oficina de trabalho. As preces e doutrina para estes espírito não ajudam nada, porque eles conhecem o sistema, eles conhecem esta origem espiritual, eles sabem que estão protegidos também de arcar com suas consequências. Mas o Pai coloca ordem na casa quando vê que os filhos estão saindo de suas condutas.

 

Koatay 108 escondeu as armas do seu povo para que ninguém mais se matasse pela incompreensão, mas vemos que todos estão se armando novamente uns contra os outros e tão logo irão para a guerra santa. A terra santa poderá virar palco sangrento de muitas batalhas, talvez a pior de todas: a batalha psíquica. Desenvolvemos a psique do espírito dando a ele um conhecimento de sua dinastia, mas porem, como sempre ele se apodera de seus conhecimentos para abater seus adversários, seus inimigos.

 

A morte é uma glória para os maus amados, os que trocaram a liturgia dos ensinamentos pela aglomeração dos incompreendidos. Ninguém pode tirar a vida do seu próximo, pois a máxima desta corporação é dar a vida, fazer a luz brilhar, ascender à escuridão e perpetuar a fé.

 

Seta Branca está muito presente nesta região sul. Como eu posso descrever a sua imagem feliz, porque aqui realmente está a sua maior missão, uma tribo romana que ainda não descobriu a sua linhagem. Esparta anunciando as boas noticia e os romanos fechando seus portões. A dor dos cegos e revoltosos espíritos que se embrenharam na escuridão dos desejos.

 

Assim é e assim será!

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

26.01.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, , , , ,

Deixe uma resposta