JAGUAR TERRA – JAGUAR CÉU

 

Salve Deus!

 

Depois que desencarnou quer vir ajudar.

 

Pai Seta Branca estava no templo com seus cavaleiros e guias missionárias, estavam harmonizando esta corrente para recebermos as bênçãos dos céus. Este espírito de um jaguar que desencarnou veio no templo para querer ajudar no que deixou de fazer em vida. Adjunto Raiz, mas espiritualmente não está em condições de prestar a caridade, não se desligou da terra e não é jaguar no céu.

 

Os espíritos que o acompanham nesta condição não são das luzes do amanhecer, mas espíritos desalinhados de suas missões. Quando ele chegou à frente do radar pedindo para participar, Pai Seta Branca já desceu para resgata-lo nesta verdade. Por isso que devemos ter muita fé e preparação espiritual para depois não ficar vagando, tentando fazer o que não fez.

 

Jaguares, como disse, existem os jaguares da terra e os jaguares do céu. Muitos envergam suas indumentárias se deixando lograr pelos vales da incompreensão. Muitos levantam suas bandeiras na divisa do coração com a mente e não entendem o que significa amor ao próximo. Então é somente um jaguar da terra, um espírito que se prendeu pelas amarras do materialismo.

 

Este Adjunto teve todas as condições para clarear a sua estrada, mas fingiu, e agora, depois de desencarnado viu o que deixou de fazer. Do que adianta querer vir ajudar no físico sem esclarecimento e o conhecimento científico espiritual. É como um ser sem rumo e sem direção. Quando ele chegou, eu até me assustei, porque não o esperava, eu estava abrindo os portais de intercomunicação com os planos divinos.

 

Foi por isso que Seta Branca veio. Ele não podia ficar aqui no templo, ele teria que ser conduzido pelas forças do Simiromba para uma casa de recuperação, até que ele tivesse noção da sua evolução. Não podemos ficar a mercê dos espíritos sem luz, sem condição de trabalhar, pois eram somente da terra.

 

Na integração de Pai Joaquim de Aruanda com Pai Seta Branca nós vimos os exemplos da nossa missão, humildade, tolerância e amor, e acima de tudo coragem para os novos desafios. Eu estava esta noite trabalhando muito com meu neto no mundo invisível, era algo que vai se concretizar na terra. Procurando sempre os valores das conquistas nós abrimos o leque da vida eterna para melhorar nossa condição física e espiritual.

 

Então, vamos nos conscientizar da nossa vida, dupla vida, e não somente uma que vemos pelos olhos da terra. Vamos estar preparados para as grandes chamadas que virão do céu para anunciar o Evangelho Vivo e Resplandecente. Seta Branca está em todos os lugares, em todos os corações, ele é a nossa razão e a nossa consciência.

 

Boa sorte!

 

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

17.01.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta