A GRANDE VIAGEM

Salve Deus!

 

Aqui começa a grande viagem de retorno, mas antes, ele veio espiritualmente se despedir.

 

Nesta reunião espiritual que ele me pediu, foi para a sua despedida, para voltar a sua caminhada. Reuni meu povo simples para que o recebesse aqui no meu mundo espiritual, mas sempre tem um que não concorda com nada, sempre está dando trabalho.

 

Ao o Trino desencarnado chegar com seus seguidores, a minha casa, não da terra, mas no espiritual, ela recebeu todos eles para esta despedida. Não vou enumerar para que a história seja curta em relação ao tempo de exposição. O que nos interessa neste caminho é o conhecimento como tudo se processa longe das amarras.

 

Pois bem, chegaram, e tão logo foram enumerando a relação de convívio. Eu sempre respeitei o meu irmão, mas o que faltou foi dialogo, porque as pessoas ao seu redor era como cercas de espinhos, por isso eu ficava ao longe observando. Ao ele chamar todos para uma conversa, eu, mesmo assim não disse um ai, pois a minha condição de conhecedor das leis karmicas e espirituais não firmei pacto algum. Isso foi em uma reunião de presidentes em sua casa na terra.

 

Todos sabem que pacto não é somente com os exus, mas também como os encarnados que assinam contratos na terra e aquilo passa a ter força de compromisso. Eu não assinei contrato com ninguém, aliás, assinei somente um que era com Tia Neiva e Seta Branca. Com Tia ainda encarnada, porque este sim, foi o maior pacto que fiz com ela, a minha evolução.

 

A reunião foi do jeito que ele queria fazer e dizer. Mas ainda se sentindo autoritário, pois na terra tinha a sua hierarquia. O que me chamou a atenção foi justamente o pacto que fizeram com ele, e agora, ele vai puxar um por um para junto dele. Irá formar seu exercito para andar pelos templos e não seguir seu destino, a sua origem. Foi isso que me deixou pensativo, porque ao desencarnar o espírito segue para sua caminhada, se ele teve merecimento voltará para o céu e se não teve arcará com sua condição sofredora.

 

Eu fiquei observando a reação de sua tropa, pareciam espíritos obstinados a um padrão momentâneo, de alternância relativa, mas presos por um laço sentimental, psíquico e esquisito. Ele sentou-se a cabeceira e ali dava suas ordens, mas no plano que se encontrava tudo se difere pela razão e não mais pelas nossas leis físicas. Eu não disse um ai, eu estava somente registrando os fenômenos fora da matéria.

 

A única coisa que vi acontecer foi da cigana meter o bedelho novamente sem ser convidada. Queria porque queria causa confusão, só que ninguém lhe deu ouvidos e atenção, foi como uma pedra atirada ao chão. Nesta reunião foi marcada uma espécie de condição existencial, porque ele está formando seu exercito fora do contesto do conhecimento. Muitos serão chamados a ir com ele. Não sei como, se deslocados do físico ou desencarnados. Quem assinou o pacto de sangue com ele vão ser chamados nas rédeas do seu compromisso.

 

Eu conheci muitos que seguiram com ele e nesta passagem estavam ainda marcando ponto. Eu espero que ele agora quebre sua rede de intrigas que me causou muito mal, porque ele veio conhecer a minha missão, conhecer o meu lado espiritual e ver justamente o que eu sou. Depois de morto é fácil se deslocar por ai, então porque em vida contrariou os ensinamentos do amanhecer. Não existe este negócio de filho, existem somente compromissos karmicos a serem resolvidos. Desencarnou cada um segue o seu roteiro.

 

De repente a cigana começou a falar sem parar. Ele simplesmente encerrou esta reunião, chamou seu povo e tão logo levantaram acampamento. Quando eles se foram ela ainda continuou a matracar sem parar, indo de mestre por mestre querendo fazer seu alaruê. Os mestres simplesmente ignoravam sua presença e isso a deixava mais desequilibrada ainda.

 

A falta de equilíbrio espiritual desorganiza o plexo físico, pensando ser correta em tudo trava uma luta contra sua individualidade colocando a personalidade em choque. Um espírito errante nunca se encontrara por si mesmo, ele sempre irá buscar os menos esclarecidos para se unir contra seus inimigos e ou amigos.

 

Eu fiquei olhando com muita calma, mas o caminho do jaguar é uma decisão própria, ele toma as rédeas do seu roteiro e ele mesmo fará a sua jornada.

 

A grande viagem de retorno as origens espirituais. Quando muitos desencarnam, eles não percebem o que ficou para trás. Somente o tempo irá esclarecer a sua condição espiritual, para que o resultado não comprometa a sua individualidade. Se ele tem algum poder na terra ele irá escolher se volta simplesmente para sua origem ou não. As marcas ficam impregnadas no espírito de tudo que ele fez nesta encarnação.

 

Todos fecharam suas mentes para não serem atraídos pela falsidade. Eu não precisei dizer um ai, porque ao verem o resultado do sofrimento ninguém quer arcar com a dor do erro.

 

Agora que tudo foi esclarecido eu registro aqui esta missão de Seta Branca. Uma casa de amor não pode ser uma casa do ódio. Respeito é bom e todos merecem. Quem foi chamado para sustentar a bandeira rósea de Jesus não pode adorar o anticristo.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

12.01.2018

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

, , ,

Deixe uma resposta