TRAIÇÃO

Salve Deus!

 

A pior coisa que pode acontecer é a traição dos espíritos.

 

Janaína me levou para ver uma cena, um quadro espiritual triste, homens e mulheres traindo suas famílias. Foi muito complicado em ver esta reação, porque na terra o karma se completa pela sua necessidade de ter e não de respeitar.

 

Na terra são pessoas que vivem discretamente, mas quando saem de seus corpos eles aproveitam que ninguém é de ninguém e deturpam a moral espiritual. Neste caso especifico desta mulher ela trocava de parceiro, só porque ele era mais velho e ela mais jovem, e preferia outro.

 

Ao ficar observando as reações eu policiava o comportamento de cada um que surgia no canal sensorial, pois eles tinham seus segredos guardados a sete chaves no plano terrestre. Somente aqui eles se soltavam e perseguiam seus pensamentos mais pecaminosos. Aliás, o pecado só é reconhecido em terra, mas deveria ser revisto no céu.

 

Jesus disse: “Podem falar mal de mim, mas nunca falem mal do Espírito Santo, pois nem nesta vida ou em outra serão perdoados”.

 

Janaina quis me mostrar às reações dos espíritos presos em suas teias. Quis que eu visse como é o comportamento deste povo que se desprende de suas couraças e vem satisfazer seus desejos pelo espírito conturbado. Eu fiquei até com vergonha de ver aquelas cenas pela falta de pudor e de amor.

 

Amor, ali, era somente a necessidade e não algo maior, algo sublime, um caminho digno de evolução. Eu até chamaria de bordel, sim, pois não havia respeito, não havia continuidade de um caminho de justiça.

 

Eu não tinha mais coragem de olhar para Janaína, fiquei com tanta vergonha que preferi fechar meus olhos para não ver aquela degradação dos espíritos sem consciência. Ao eles voltarem para seus físicos tinham suas condutas de pai e mãe completando os ensinamentos bíblicos. Mas era só chegar à noite que tudo recomeçava neste randevu (rendez-vous) da vida fora da matéria.

 

Nós vamos completando mais um ciclo de aprendizado neste amanhecer e olha, como é importante esta escola do caminho, porque muitos compreenderam suas verdades e trocaram seus destinos amargos pelo amor dos justos. Não é simplesmente trocar de lado, mas embutir no seu coração quem somos nós nesta eterna busca pelo porto seguro.

 

Os espíritos são facilmente aliciados em suas caminhadas. Espíritos sem procedência revoam os leitos dos adormecidos esperando a hora deles se levantarem. Tão logo saiam de suas couraças eles são atraídos pelo sentimentalismo, pela aparência e pela falta de consciência. É muito fácil se entregar ao inferno que se apossa da alma. O céu observa atentamente a desordem das emoções que transgride o valor da ética.

 

Existem algumas pessoas que se prendem pela moralização dentro de um circulo vicioso desconhecendo quem são após sua passagem pela porta estreita. São moralistas, ou falsos profetas, que se intitulam benfeitores da humanidade. A segregação moral os coloca como santos, mas após esta desconcentração eles passam a agir como animais. No mundo espiritual não tem animais, eles são frutos da terra, mas espíritos transitando pelas orgias da desmoralização se transformam em animais pelo uso constante do ectoplasma animal. Pode ser um cachorro, um lobisomem, ou até um dragão.

 

Quando trouxemos o templo para esta cidade, em certo ano, que não lembro agora, surgiu no etéreo plano um dragão que mirava a porta do templo. Naquele instante foi aberta uma contagem especial e o povo de Seta Branca veio pela elipse em fila indiana com espadas e lanças em suas mãos, entraram no templo pela esquerda e saíram pelo outro lado. Quando olhei aquela figura já não estava mais lá. Ao perguntar ao executivo da doutrina ele me disse que era um espírito milenar, a falta de amor o transformou em um monstro. O povo da elipse levou embora. Cavaleiros de Oxossi, Cavaleiros Verdes Especiais, Guias Missionárias, a legião de Mestre Lázaro fez a diferença.

 

Nosso Pai Seta Branca sempre pede aos seus filhos que ao se deitarem em seus leitos emitam suas preces em benefícios de suas vidas e missões. Esta prece se torna energia luminosa e faz a impregnação no espírito tornando-o como um ímã inverso que repele cargas opostas. É como um escudo que não permite a interferência no seu eu interior. Vejam o ímã, se você pegar ele e encostar, conforme o lado, ele vai se atrair ou se repelir, assim acontece quando uma pessoa emite sua prece, seus pedidos a Jesus.

 

Janaína viu que eu estava com meus olhos fechados e fechando aquele quadro me senti em casa. Ela mostrou o quanto é difícil mostrar a verdade, pois mesmo sabendo que este caminho é a evolução, muitos preferem viver se escondendo.

 

Salve Deus minha querida princesa. Mais uma aula que compreendi sobre nossas evoluções.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

15.12.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta