REVELAÇÃO

Lembranças de um lugar distante que só se conhece pelo pensamento…!
Elipse

Salve Deus!

_ Meu filho, o que eu vou lhe revelar aqui é para você! Muitos não estão preparados para ouvir esta verdade! Ministro Obatalá.

A nossas missões são para esclarecimento e não para juntar o conhecimento como se fosse bala de canhão prestes a explodir os corações aflitos. Eu fico impressionado com a falta de amor e humildade de muitos que se dizem doutores da verdade e não sustentam o caminho, pois no primeiro tropeço já amaldiçoam suas vidas e suas juras transcendentais.

Muitos não entendem a missão do doutrinador que é expandir sua consciência além do limite de sua obra e buscar dentro de sua razão as palavras de conforto e harmonia. Os desejos que se expandem e se contraem no mesmo espaço onde tudo se revela ou se oculta.

Vendo este quadro subi mais uma noite e nesta vez fui convidado por uma família para uma comemoração de aniversário do seu filho. Um garoto esperto e cheio de vitalidade, energia esbaldando, mas neste plano ele estava somente me observando. Seus pequenos olhos escuros pareciam querer saber sobre minha vida, minha missão.

O casal era simples e humildemente denotavam uma profunda admiração e respeito pelas coisas ocultas. O filho era mais virado na sua mediunidade, pois fora dotado de algo mais profundo, mais dinâmico, e isso estava incomodando seus pais. Seria uma espécie de sentir os planos em sua cabeça e em sua mente ele absorvia os sinais do tempo.

Parei alguns instantes em sua frente e ele acanhado virava seu rosto para a esquerda de quem olha. Eu lhe chamava atenção e logo ele olhava para o outro lado. Esta forma de mediunidade não se detém cerceando sua liberdade, mas deve ser conduzida pelo conhecimento da ciência espiritual.

O maior segredo da missão é o sucesso da multiplicação. Por isso muitos não entendem e não compreendem quando um ou outro filho de Seta Branca tem mais desenvolvimento mediúnico. Uns desenvolvem na terra e outros já vem com ela desenvolvida. As juras transcendentais que fomentam a escolha do medianeiro entre o céu e a terá, ou vice versa.

Eu não pedi, na terra, para ter algum dom, ele já veio embutido no coração. Eu, aliás, não peço nada para mim, porque acho que ainda não mereço, mas estou lutando para um dia merecer, e quando merecer, simplesmente virá. Nem Pai Seta Branca nos dá algo sem que esteja em nossos destinos. O que ele faz é abrir aquela porta fechada para que aquilo que está no caminho chegue. Muitos pedem dinheiro, outros felicidade, outros a cura, e assim os pensamentos vagueiam dia e noite sem se dispersar.

Minhas palavras com Ministro Obatalá sempre foram de aprendizado, nunca de pedidos, nunca com falta de respeito à hierarquia. Se a hierarquia existe na terra é porque ela veio do céu. Então, vamos seguir os nossos caminhos sem olhar para o que virá, pois tudo está dentro da contagem.

Pode o céu despencar e a terra se abrir, mas nós estaremos firmes e fortes com nossas lanças e escudos preparados para esta transição. Nada nos deterá na conquista do terceiro milênio, somente se formos fracos e desobedientes ao que pedem nossos mentores.

A transição do sol pela lua chegando a terra. Os fenômenos da antimatéria será o despertar das explosões magnéticas. Os silvos uivantes do chicote magnético cortando o etérico plano invisível ressoando pelo canal auditivo. Quem já não ouviu o portal de desintegração abrindo ou fechando, é porque ainda não se despertou para sua consciência.

Para que julgar seus irmãos que se desdobram em mil para buscar o conhecimento e trazer para despertar a nova era. Muitos se contradizem no sacerdócio, pois tudo começou e não tem fim, se achando que o conhecimento é para poucos. Tia Neiva abriu nossa viseira karmica e nos ensinou a direção, siga aquele que acredita nela, porque se ficar ruminando nunca dará o primeiro passo. Se ela trouxe esta escola do caminho foi para que nós aprendêssemos a caminhar sozinhos e não dependendo dela para segurar nossas mãos. Os fracos têm medo de seguir e preferem ficar criticando os que corajosamente seguem seus destinos.

Assim na terra como no céu. Se aqui temos universidades para aprender a desvendar toda ciência física, no céu é a mesma coisa. Lá você também aprende e se não seguir morre pelo desgosto de não saber o certo e o errado. Criticar é fácil, fazer que se torna difícil. São muitos espinhos ainda presos a terra e eles perfuram nossas armaduras fazendo nossos pés sangrarem na busca pelos que ainda estão sofrendo a sua dor.

Jaguar, seja doutrinador ou apará, olhe para suas mãos e veja se ela está limpa ou enferrujada. Se ela está precisando alimentar a força do sol interior ou se já desistiu de sua missão. Não desperdice seu tempo caluniando seus irmãos, pois eles podem estar mil anos luz a sua frente.

Vãos ter coragem para enfrentar nossas falhas.

Salve Deus!

Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
13.12.2017

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta