COBRANÇA EM PROJEÇÃO

Salve Deus!

 

Antes de mais nada, o povo Cretense está chegando.

 

Eu, até agora, nunca havia passado pela minha cabeça sobre a tal cobrança em projeção. Mas foi nesta noite que eu vi um quadro admirável, porque tudo abre nossa mente para a multiplicação do conhecimento.

 

Recebi esta cobrança em projeção no meu leito, mas eles se comportaram como espíritos diferentes. Não era minha cobrança, eles estavam esperando chegar aqui quem mentalizou em minha missão. Estes espíritos estavam organizados para cobrar de uma pessoa que mora lá no Rio Grande do Sul e ao conhecer a minha história eles se projetaram mentalmente para cá.

 

Vejam como uma cobrança se move no tempo do nosso espaço, espiritualmente ela se apresenta no destino e não tem como esconder, porque ela faz parte do nosso coração.

 

Quando eu vi aquela pequena multidão eu não entendi muito bem, somente com o tempo de reconhecimento é que as coisas foram se interligando. Vi um homem em sua morada adormecido fisicamente e seu espírito sofrendo as piores dores do seu caminho. Ao ele pensar que aqui tinha solução para seu problema, suas dores, ele criou um caminho na sua mente e estes espíritos de prontidão ao seu lado não querem que ele seja ajudado. Por isso eles vieram formando uma barreira para que ele não consiga pedir ajuda a ninguém.

 

A morte desafia a vida. Mas o que é esta morte que todos temem. No nosso interoceptivel existe uma chave que está impregnada no coração, e ela não pode ser quebrada, porque haveria muitos suicídios. Os seres humanos perderiam o medo da morte e ceifariam suas vidas em detrimento da continuidade. Por isso a morte pelo suicídio é crime espiritual.

 

Tentei conversar com estes espíritos e nada consegui. Eles temiam a desintegração que dentro de um portal de luz e conhecimento produz a separação dos destinos. A reflexão do sistema mediúnico na sua totalidade nos traduz sentimentos de amor, mas a preocupação com os fatos da verdade ninguém quer se conciliar, todos só querem o melhor sem ter que passar pelo pior.

 

Após varias tentativas sem sucesso, surdos, mudos e incompreendidos pela sua cobrança, eles esvaziaram meu leito de adormecer. Foi como um aviso, não o ajude, não perca seu tempo, ele não merece. Eu fiquei entre a cruz e a espada, sim, porque nossa missão é desbravar os caminhos dos encarnados. Então, partindo de um recomeço, quem merecia ajuda eram eles e não o encarnado. Nesta prerrogativa eu construí um alicerce entre o certo e o errado. A certeza de ajudar um vivo sem que diretamente se atue na sua personalidade. A individualidade estava comprometida e eles não admitiriam a intervenção de quem quer que fosse.

 

Ao tentar abrir esta caixa secreta chegou aqui um povo diferente. Os Cretenses, vindo de Creta, uma ilha prospera por onde ainda se contam as históricas passagens bíblicas. Onde diz ter nascido Zeus e viveu o Minotauro.

 

Ao vê-los em suas distintas classes de homo sapiens, com dialeto próprio, Dórios, Peloponeso, como no caso dos espartanos, dialeto de Esparta. Agricultura e pecuária, tempos atrás, eram o que mantinha a vida nesta pequena ilha.

 

A história desta ilha é cheia de encantos, de magia e peculiarmente transformada em mito. São muitos os relatos oriundos desta antiga civilização, que apesar das catástrofes humanas os espíritos estão presos em uma condição. Ao chegarem pelo tempo que rege nossa civilização eu estou me preparando para conhecê-los em verdade. Não sei dizer data e hora, mas se abriu uma fenda neste mundo espiritual e trará o prenuncio ainda nesta era da chegada deste povo.

 

O homem na sua eterna busca tem raízes profundas na história da humanidade. Estas raízes estão ainda interligadas pelo espírito a caminho, mas preso ao seu passado milenar.

 

Vamos estudar um pouco da historia de Creta e saber sobre os costumes, das crenças, e diluir quando eles chegarem a sua frente, bater em sua porta e serem orientados e esclarecidos. Eu não posso dizer quem é e o que querem sem antes conhecer a sua rica história.

 

Somos cientistas encarnados espiritualmente para difundir a doutrina secreta de Jesus. Quem tem coragem de enfrentar o destino karmico tem também para levar a mensagem aos quatro cantos deste planeta.

Como disse Jesus: “leve somente aquilo que consegue carregar”.

Uma pergunta: o que podemos carregar sem que pese em nossos destinos?

Os espíritos presos nesta condição estão saindo de suas ilhas e pousando para as revelações através da espiritualidade.

 

Vou me aprofundar mais neste novo enigma que me chega na alma. As coisas ainda não foram totalmente explicadas, pois o mundo espiritual não lhe entrega um roteiro sem que você esteja preparado para decifrá-lo. E isso cabe a nós, médiuns, buscarmos as respostas em nossos mundos, terra ou céu, mas não podemos morrer na praia.

 

Este Papa que chegou estes dias aqui pode estar ligado a esta formação, mas tudo ainda é um mito a ser desvendado. Por isso que o karma é individual e cada um tem que compreender a si mesmo. Cada pessoa encarnada tem como missão desvendar os seus enigmas. Em karma ninguém mete a mão, pois vai dividir entre si e o autor. Cada pessoa deve buscar a sua evolução dentro de um grupo, mas sem que descarregue sua cangaia no lombo do próximo. Quem faz isso corta a sua cruz e quando chegar sua passagem não terá cumprido com sua meta.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

09.12.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta