KARMA DIVIDIDO

Salve Deus!

 

_ Meu filho, Salve Deus, muita coisa vai mudar!

 

Prevendo novas buscas nós vamos nos integrando as forças divinas. Formando um canal de amor e compreensão pelos mais diversos destinos.

 

O que mais me chamou atenção nesta viagem, foi de ver a divisão do karma. Eu estava vendo alguns mestres que haviam se distanciado de suas metas espirituais. Eles formaram um grupinho de discórdia, só que o mais triste, é que eles estavam na mesma sintonia de quem estava sendo injuriado. No aspecto humano estava tudo normal, mas no quadro espiritual estava havendo uma divisão do karma.

 

Quando eu falo e peço para todos verem seus corações é porque conhecendo a conduta dos mundos espirituais lá tudo acontece. Estes mestres que eu vi neste plano espiritual, estavam preocupados com a vida do próximo, com o que os seus irmãos estavam fazendo. Quando eles entravam na sintonia do outro se formava um duto espiritual que ia e vinha. A mesma energia de discórdia que se projetava mentalmente para tingir quem fosse vibrado voltava para eles em forma de cobrança, de desarmonia. Vejam bem, exemplo, se eu sentir raiva, ódio e inveja de alguém, eu formo um canal sensorial com a minha vitima, e se aquela vitima estiver passando por dificuldades, por doença, aquela energia vai voltar para quem mentalizou.

 

Por isso eu sempre ensino que devemos cuidar de nossas vidas, de nossos caminhos, para que não dividamos o karma de ninguém. Isso se chama amor dos justos, nada que é seu será tomado e nada que não seja seu você terá. Então os mestres ao cuidarem da vida daquele outro mestre se sentiram felizes por estar vigiando suas conquistas. Só que o mundo espiritual também é justo colocando no mesmo padrão as dores que voltavam.

 

Conforme mais inveja se desprendia pelo pensamento, mais complicado ficava aquele mundo que ia se adornando de falsas ilusões. O comprometimento da divisão resulta no conflito de interesses sociais. Aquela vitima recebeu o que não lhe pertencia e logo ela estava bem, porque ao dividir o padrão negativo, tudo para ela floresceu em dádivas.

 

Quando mais ele era vibrado, mais sua vida crescia em consciência. Sim, por isso que dizemos que coração dos outros é terra que ninguém anda. Ninguém sabe o karma que cada um carrega nesta encarnação. Ninguém sabe o juramento que cada um fez ao descer para este mundo físico material.

 

Meus irmãos, mestres deste amanhecer, de todo o amanhecer, prestem atenção no perigo de entrar na aura de seu próximo, você poderá sofrer por muito tempo até que acorde para sua verdade. Eu falo muitas vezes com coragem de mudar o destino, para não ver ninguém sofrendo as dores do espírito.

 

Se eu tenho uma enfermidade e receber uma sintonia pela inveja, pela discórdia, pela falta de compreensão, a minha dor será então dividida com quem está querendo destruir meu caminho. Isso os mentores não interferem de jeito nenhum, pois quem faz isso sabendo das consequências também sabe que a carga voltará em dobro.

 

Deixei aquele grupo ali mesmo. Não me interessava o que planejavam, o que estavam fazendo. Não era a minha luta, não era o meu mundo. Um dia um mestre foi falar de outro irmão para Tia Neiva. Ela simplesmente virou suas costas para ele e foi embora o deixando falar sozinho. Ela não entrava em demandas, em desamor, porque afinal, somos todos filhos deste amanhecer.

 

Não atraiam para vocês o que não lhes pertence.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

05.12.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta