BÊNÇÃO

Salve Deus!

 

E assim, mais uma vez, Seta Branca desceu sem avisar. Veio abençoar esta pequena tribo de jaguares que muito se empenham para traduzir os ensinamentos de uma nova era.

 

Como imaginar uma presença tão ilustre, pois quando o cavaleiro avisou de sua chegada, ele já estava incorporado, já estava prenunciando a sua mensagem. A legião dos cavaleiros de sua guarda, os Cavaleiros Águias, eles vieram sustentar esta força aqui no solo sagrado. Eu não poderia deixar de presenciar esta maravilha.

 

Assim foi a grande manipulação de um Pai de amor e luz, porque todo ambiente do templo muda seu interior, parece que tudo brilha, as luzes se espalham pela visão periférica. Seta Branca sempre é e será bem vindo, pois o respeito é uma troca de gentileza entre a terra e o céu.

 

_ Meus filhos! Ao saírem desta casa levem a palhinha com vocês!

 

Quando ele ia subir deixou sua bênção aos seus filhos, e naquele instante o Cavaleiro responsável por sua guarda veio em frente ao radar me fazer um pedido, uma manipulação direta, com a posição das mãos dos doutrinadores formando uma antena. Esta forma de imantração é que irá mudar a mentalização dos mestres na hora de emitir suas forças em beneficio da cura planetária. Não como vemos, mas como se fosse uma espada fazendo um elo magnético, mão sobre mão se encostar, esquerda sobre a direita. Ele me mostrou como é para que eu repassasse aos médiuns.

 

Esta movimentação é como uma espada de luz que emite direcionada a luz para onde for projetado o pensamento. Quando da força de Aruanda, Pai Joaquim, se dissipou após Seta Branca ter subido, a força dos cavaleiros tomou conta do templo. Em posição de sentinela o cavaleiro Águia incorporou e as energias foram sendo transmitidas pela força do sol interior. Após o ritual ter tomado uma nova forma de reativar o nosso centro emissor, aprendemos que nossa missão não estacionou, ela continua desbravando a ciência esotérica.

 

Eu tava meio apagado, sim, porque as correntes de pensamentos querem destruir a fé em Deus, querem encerrar a vida em dois planos. Estamos vivendo um ciclo amargo de superstição e medo, onde os médiuns têm medo de sua própria sombra. Os olhares viciados pela interferência carregam o julgamento.

 

Quando eu vi que Seta Branca tomou conta do templo, aí sim, eu vi que a verdade ainda reina em nossos corações. Nós somos missionários e não robôs místicos e programados para fazer somente aquilo. Tia já dizia na carta de Adjuntos, mas isso foi enterrado pela falta de vivência e visão espiritual. Não seremos monges e nem robôs, nós somos a história fora do contexto humano.

 

Cavaleiros Águias. Vocês já os viram em ação! Garanto que não, porque são a guarda de Seta Branca. São sérios e particularmente não se misturam com os devaneios terrestres. Com eles não há brincadeiras e nem falta de respeito. Eles vieram em uma missão muito especial, coisas que vocês não entenderiam o significado.

 

Quando eu digo a verdade muitos ainda se prendem pela imposição do destino. E olha que eu não sou dono da verdade, sou somente um pequeno doutrinador que assume sua responsabilidade de jaguar. Vivo os meus dilemas existenciais como todo jaguar, mas sabendo onde meus pés podem firmar a sua conduta moral.

 

A radiação da grande Nave estrela Candente que desceu sobre a nossa atmosfera balançou a estrutura dos espíritos presos as suas culturas medievais. Espíritos que mesmo sendo conhecedores da nossa missão ainda brincam com a realidade de um comando maior. Seta Branca é Lei e sendo esta lei não há controvérsias e nem oposição.

 

Existe uma cultura sendo prenunciada com o tempo da aproximação espiritual, mas todos fecharam seus olhos para a estrela guia que já brilha no céu entrelaçando ao dialogo. Olhem para o céu e vejam que ela está lá, vejam seus raios a meia vista, vejam resplandecer sobre detalhes da aparição, o Grande Oráculo.

 

Estrela guia, da manjedoura ao Brasil, trazendo os grandes iniciados para uma ultima luta em prol da humanidade. Não vamos perder a esperança e nem a fé, vamos empunhar nossas espadas, como cada um dos Cavaleiros Águias, para que sejamos fortes espiritualmente. Acredite, muita coisa irá mudar.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

25.10.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta