CHAVE INICIÁTICA


Salve Deus!

_ Meu filho, use a chave iniciática e tudo se normalizara!

Os espíritos sedentos de vingança não dão trela, eles querem viver na escuridão dos seus pensamentos. Aliás, eles já estão tão acostumados a esta vida que nem sabem mais o que seja luz.

Eu estou vivendo o meu momento de conhecimento científico esotérico. Não é nada ligado ao conhecimento físico, pois existem dimensões que nunca se abriram no aspecto humano, coisas que ainda estão guardadas no bojo da perfeição deste sistema.

Mesmo minha esposa estando longe de mim ela está aqui comigo em pensamento. Foram em missão, foram levar os mestres para o inicio de suas vidas iniciáticas missionárias no templo mãe. Mas veja a ligação que existe pela afinidade das almas, seu espírito está comigo, está ao meu lado, lá só está à matéria.

Eu, quando me desloco ao mundo dos espíritos, muitas vezes subo só pois o destino de cada um é descobrir o seu verdadeiro caminho. Em muitas vezes quando estou na terra os espíritos vem trazer presentes, não presentes materiais, mas as suas presenças que me dão forças para continuar caminhando. Em uma destas presenças, Pai Seta Branca e Pai João de Enoque chegaram, vieram formar a minha sintonia. As energias estavam se cruzando a ponto de interferir no meu comando. Ao estarem diante da realização eles pediram:
_ Meu filho, abra sua chave iniciática! Tudo vai mudar!

Naquele momento com a conversa na mente eu busquei o que me pediram. O turbilhão de energias de Tapir e Mayanti desceram formando um grande pêndulo, eu até diria, foi um rosário de amor por todos nós. O deslocamento desta energia favoreceu a desimpregnação de tudo que estava enrustido. Ao olhar para a desintegração da obscuridade das energias negativas foi que me dei conta da grande transformação.

Ser um iniciado nos dá plena certeza de mudar o destino do planeta. Para um iniciado pela alta magia é um novo amanhecer, é uma transição do velho para o novo. Para se tornar um grande iniciado é preciso ter paciência, calma, e acender a sua chama pelo menos neste caminho da verdade.

Vamos viver com mais fé, vamos nos interagir na vida em dois mundos diferentes. A terra ainda é seca pela falta de comprometimento com as origens espirituais. Por mais que as famílias se reencontrem nas esferas invisíveis, aqui na terra elas só podem chegar com ordens divinas.

As forças estão agindo no submundo para nos atrapalhar. Eu vislumbro uma grande batalha no campo da psique humana tentando desfazer o que construímos com muito amor. Precisamos que todos recebam o cálice da vida eterna para fortalecer o sol interior e não se afastar do sacerdócio desacreditando em si mesmos.

Minha luta não fica somente em terra, mas no céu, onde os iniciados do mundo negro estão persuadindo os incautos mestres a viverem sem suas espadas. Esta espada apontada ao meu peito é a demonstração viva do que eu posso lhe dar. Fira-me quando meu pensamento afastar-se de ti.

Eu estive acompanhando a iniciação dos novos mestres e a consagração de centúria dos centuriões. Mesmo daqui há 1.600 km, eu estava lá. As portas do céu são reflexos dos nossos pensamentos. Como é bacana quando se tem a chave iniciática para mudar, para desvendar, para cumprir com suas juras transcendentais. Ao invocar esta força dentro de um poder inigualável vemos que nós somos parte deste ciclo regenerador. Quem tem esta chave e sabe usá-la terá para si a grande responsabilidade milenar.

A mediunidade faz parte de todos, agora a responsabilidade missionária é para poucos.

Salve Deus!

Adjunto Apurê
An-Selmo Rá
14.10.2017

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta