LACERDA

Salve Deus!

 

O tempo cura as impregnações da dor e do sofrimento, desde que haja compreensão.

 

Os mestres viajaram em missão. Foram receber os merecimentos de suas vidas, e eu fiquei aqui com meus pensamentos, formando meu canto neste pequeno cenário de amor e luz. Neste momento chegou um espírito, um velho amigo e compadre Lacerda. Eu vi a sua imagem triste, não estava nada bem, estava preocupado, muito abatido. Só que ele não me dizia nada, cabeça baixa, olhando para a terra que deixou para trás.

 

Por mais que eu lhe perguntasse espiritualmente qual motivo ele não dava nenhuma resposta. Isso me deixou apreensivo, porque às vezes tomamos caminhos que os levam a perder a noção da verdade. Mas porque ele estava sofrendo assim, se na terra foi um bom missionário, foi respeitado por todos. Vejam que lá neste plano liberto das amarras da terra ainda ficamos presos as nossas falhas terrestres. O espírito muitas vezes não encontra respostas diretas, pois o livre arbítrio é como uma condenação indireta.

 

Fui ao templo, somente eu e os mentores espirituais, eu fiz o que tinha que fazer e depois agradeci ao pai e fui para minha casa. Lacerda, eu ainda o vejo neste estado de pensamentos esvaecidos que decompõem o estado emocional. Um espírito também sofre emoções, tristeza ou alegria, sim, eles também são parte de um sistema. Quando uma mãe espiritual reencontra seu amado filho ela irradia uma alegria tão grande que a pessoa ri sozinha. Há uma felicidade espontânea, algo que transforma o coração.

 

Mas não do meu irmão que aqui chegou. Mas em verdade, o que estava acontecendo, porque ele não sorria, estava com sua face endurecida. O nosso mundo se difere deste outro mundo pela responsabilidade, aqui todos se distraem, mas lá não, lá é mais sério.

 

Não sei. Ele não me disse nada. Eu não posso forçar sua manifestação para não prejudicar seus caminhos, a sua evolução. Mas em tempos de transformação todos sentem esta amplitude do recomeço da espiritualização.

 

O sol nunca deixará de nos aquecer, mesmo estando atrás das densas nuvens, ou em outra posição no globo, mas ele sempre estará lá. O fator da nossa elevação doutrinária é preparar nossa psique humana para as revelações que já começam a chegar de todos os cantos do universo. Uns vão pensar ser loucura, outros vão querer correr, outros vão sentar para esperar, e a grande verdade sucumbirá os leitos dos adormecidos.

 

Façam suas preces em favor deste planeta, a nossa imensa nave espacial que roda neste universo sem destino certo e sem um porto seguro para atracar. O neutrôm vai ser quebrado para mostrar a terra o que se esconde do outro lado desta muralha.

 

Salve Deus!

 

Adjunto Apurê

An-Selmo Rá

11.10.2017

 

Sair da nossa lista:

Receber/Deletar

Deixe uma resposta